11/05/2019 às 17h13min - Atualizada em 11/05/2019 às 17h26min

Itaipuaçu: Acusado de roubo de celular desabafa e diz que é inocente | Veja o vídeo

Um morador de Itaipuaçu prestou queixa na Delegacia de Maricá contra uma mulher que o acusou de ter sido autor do roubo de um celular durante um assalto realizado na última sexta-feira, dia 3. O homem teve a foto divulgada nas redes sociais pela mulher e vem sofrendo ameaças de morte.

De acordo com informações, no último dia 3, uma mulher foi assaltada - na Rua 39, no loteamento Jardim Atlântico - por um criminoso de bicicleta e teve o celular roubado. Segundo relatos da vítima, o aparelho foi rastreado via satélite e o GPS constatou a localização do mesmo em um casa no Bosque do Flamboyant, há poucos metros do local do assalto. A Polícia Militar foi acionada e deslocada até a residência do suposto ladrão.

A residência pertence a Jefferson Barros, de 23 anos. Apontado como suspeito do crime, os Policiais Militares detiveram o homem e sua casa foi vasculhada em busca do celular e dos pertences roubados, porém, nada foi encontrado. Jefferson foi levado para a Delegacia de Maricá (82ª DP), onde prestou esclarecimentos e por falta de provas ele acabou sendo liberado.

Mesmo não havendo provas, o homem foi chamado de ladrão pela vítima, que fez uma publicação na página “Itaipuaçu” do Facebook, onde colocou fotos de Jefferson e informando o local onde o mesmo morava. A postagem viralizou com centenas de compartilhamentos.

Ao tomar ciência das acusações, Jefferson voltou na Delegacia de Maricá e deu parte contra a mulher. Em frente a Unidade Policial, ele gravou um vídeo esclarecendo o caso e postou em sua rede social.

No vídeo, Jefferson confirma a sua inocência sobre a acusação. O homem relata ser trabalhador, pai de uma filha e diz que tentaram procurar provas para incriminá-lo e nada foi encontrado. Ele agora diz que vem sofrendo ameaças.

“Gente, mais uma vez estou aqui na Delegacia, vim para declarar tudo: eu não tenho nada a ver nada. Isso que estão fazendo comigo é uma injustiça. Eu tenho uma filha para criar. Todo mundo de Itaipuaçu, que me conhece sabe que eu nunca fui de meter a mão em nada de ninguém, muito pelo contrário, eu sou trabalhador, todo mundo sabe que eu vou atrás do meu dinheiro pelo meu suor. Eu não tenho nada a ver com isso. Na sexta-feira, tiveram na minha casa, não acharam nada, reviraram minha casa toda, puxaram a câmera do vizinho e não viram nada. Agora, estou a ponto de morrer, dos outros vir me matar por causa de coisas que eu não fiz.”

De acordo com Jefferson, foi aberto um processo contra a mulher que o acusou de roubo.

“Na sexta-feira, eu estive aqui, fiz o que tinha que fazer, fui embora e quando saí daqui, saiu a minha foto no Face como ladrão. Agora, eu vim aqui para dar parte da pessoa que colocou a minha foto no face, vim aqui para abrir um processo dessa pessoa que esteve lá em casa falando que eu roubei o celular dela, vim aqui para agir. Já que colocaram no face que eu sou ladrão, então, o ladrão está em frente à delegacia.”

Jefferson finaliza o vídeo, pedido para as pessoas compartilharem o seu vídeo e mostrar para os outros que ele é inocente e que a acusação é falsa.

“Eu estou aqui para falar que eu sou inocente. Gente, vocês que estão me vendo, você que me conhece, daqui a pouco, esse vídeo vai para a rede social. Vou pedir para compartilhar, para comentar e conto com a ajuda de vocês, minhas amizades, meus amigos de verdade, valeu.”

Veja a declaração do homem no vídeo abaixo

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=172715167056014&id=100029525948460


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp