publicidade 1200x90
25/08/2019 às 12h44min - Atualizada em 26/08/2019 às 09h56min

Mulheres estão denunciando mais violência doméstica em Maricá

No começo do mês de Agosto fez 13 anos desde a criação da Lei 11.340/2006, mais conhecida como Lei Maria da Penha. Ao longo desses 13 anos, Maricá tem evoluído para salvar as vidas das mulheres. De acordo com dados da Polícia Militar, mais mulheres estão denunciando os casos de violência doméstica na Cidade e em casos de medidas protetivas, a ação policial tem se intensificado e a punição tem ficado cada vez mais rigorosa.

Nos últimos três anos, dados apontam que o feminicídio matou mais de 12 mil mulheres no Brasil. Ano passado, Maricá teve mais de 1.500 registros de vítimas de violência doméstica, tanto física, quanto psicológica, moral e sexual.

Entre diversas ações em prol das vidas das mulheres, Maricá contará com a Patrulha Maria da Penha, que já funciona em outros batalhões do Estado do Rio de Janeiro. A patrulha conta com viaturas da Polícia Militar adesivadas com a logomarca do programa, e ao longo de seu funcionamento, já prenderam mais de 20 homens em flagrante nos locais onde já recebem a patrulha.

O crescente número de queixas contra violência doméstica em Maricá é consequência do esclarecimento para as mulheres da Cidade quanto aos seus direitos, mostrando e incentivando que quando forem agredidas fisicamente, sexualmente e moralmente, a mulher não pode se calar.

O patrulhamento se junta a uma série de medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha para conter o recrudescimento da violência contra a mulher, tanto na Cidade de Maricá como em todo Estado do Rio de Janeiro.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp