30/04/2020 às 13h36min - Atualizada em 01/05/2020 às 11h32min

Após anos de expectativas e frustrações, novo Hospital em Maricá inaugura amanhã

Após longos oito anos de espera, a cidade de Maricá está prestes a receber o novo Hospital Municipal Dr. Ernesto Che Guevara. A expectativa é que a unidade fortaleça o atendimento médico da população durante a pandemia de coronavírus.

Apesar de neste momento a abertura do novo hospital estar oficialmente confirmada, e a poucas horas de acontecer, há alguns anos atrás, os maricaenses ficaram bastante decepcionados com a obra, que teve diversas interrupções.

De acordo com levantamento feito pela nossa equipe no arquivo de reportagens do LSM, a assinatura de contrato entre a Prefeitura e o Governo Federal para repasse da verba da obra ocorreu em dezembro de 2011. O valor inicial do projeto foi calculado em R$ 16 milhões.

Em setembro de 2012, a novidade foi anunciada à população e as obras foram iniciadas. No projeto, já se visualizava um centro de atendimento imponente, com 10 leitos de UTI (totalizando 76 vagas), 19 enfermarias (com três leitos cada), seis salas de observação para adultos e mais três alas de observação para pediatria.

Mas, de acordo com uma reportagem feita em novembro de 2014, pouco foi feito no local, além de uma terraplanagem, e dois anos depois, as obras já estavam completamente paralisadas. De acordo com a Prefeitura, na época, o principal fator que causou o atraso das obras foi a tramitação diferenciada de projetos de unidades hospitalares, cujas normas de elaboração, implementação e execução não estavam de acordo.  

Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde teria reavaliado o modelo apresentado inicialmente, e decidiu realizar alterações, antecipando-se às recomendações que seriam encaminhadas pela Vigilância Sanitária Estadual. Com isso, todo o projeto acabou sendo refeito e os custos ultrapassaram bastante o valor inicial de R$ 16 milhões.

Um ano depois, em outubro de 2015, equipes da Prefeitura davam início novamente às obras do projeto, com serviços de terraplanagem e nivelamento de terreno da área. Na época, o orçamento da obra completa foi calculado em R$40 milhões, e previsão de entrega da obra foi estimada para o segundo semestre de 2016.

Em setembro de 2016, uma subestação elétrica foi instalada no local. Já em novembro, a Prefeitura anunciou que a queda no repasse dos royalties teria prejudicado o andamento das obras, que também afetou outros setores sociais do município. Mais uma vez, a conclusão do hospital foi adiada.

Entre 2017 e 2018, o atual prefeito Fabiano Horta vistoriou pessoalmente o andamento das obras. A Secretaria de Saúde do estado também realizou visita técnica à obra, e orientou junto à Prefeitura, pontos que poderiam melhorar no projeto.

Em janeiro de 2019, o Prefeito Fabiano Horta anunciava que o hospital estava com 99% das obras concluídas, mas a inauguração estava sendo impedida por questões burocráticas impostas pelo Estado. Em fevereiro, uma estação de tratamento de esgoto começou a ser construída no local.

No início de março deste ano, a Prefeitura anunciava que a unidade já havia conquistado as licenças necessárias para funcionar. No dia 18, foi decidida a abertura emergencial do novo hospital, para atender a casos de coronavírus. Desde então, as obras vêm sendo realizadas em ritmo acelerado.

Atualmente, a obra já conta com três blocos, 138 leitos para internação, duas CTIs, quatro centros cirúrgicos, 19 enfermarias (com três leitos cada), seis salas de observação para adultos e mais três alas de observação para pediatria.

Nas últimas semanas, além dos retoques finais, foi realizado um recapeamento da RJ-106, em frente ao novo hospital, bem como a instalação de um traffic calming, para auxiliar na travessia de pedestres e evitar acidentes, e de um abrigo para ponto de ônibus.

Durante este período crítico de coronavírus, estará ativa a unidade de UTI, com 25 leitos, mais 10 leitos de retaguarda, totalizando 35 leitos.

Foram oito anos de espera, e finalmente os maricaenses podem ver o projeto sair do papel. Faltam poucas horas para a inauguração, e já espera-se que o novo hospital se torne referência em atendimento na área da saúde em todo o estado.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp