01/07/2020 às 12h47min - Atualizada em 02/07/2020 às 12h36min

Polícia procura médico que dopou, abusou e agrediu namorada em Maricá

LSM - A Polícia Civil procura por Patrick Coutinho Vaz, médico e morador de Maricá, que agrediu quase até a morte a namorada, no Recanto, em Itaipuaçu.

O caso aconteceu no Condomínio Floresta do Elefante. De acordo com um levantamento feito pelo LSM, Sarah Lima, de 32 anos foi até a casa do namorado para passar o fim de semana e após ver a mulher de biquini na piscina, o homem ficou transtornado e começou a afirmar que a mulher estaria se insinuando para os vizinhos.

A crise de ciúme começou a passar dos limites quando o homem começou a agredir a mulher, dando diversos socos em seu rosto, nas pernas, nas costelas e logo em seguida a dopou e abusou sexualmente da vítima. Um dos socos acabou resultando na abertura do supercílio da mulher e o próprio médico realizou a sutura, com a mulher dopada.

O agressor manteve a mulher dentro da casa com dores e sangrando por algumas horas, segundo a Delegada Drª Carla Tavares, responsável pela investigação. A Polícia já investiga o paradeiro do médico que está foragido.

Nas agressões, Sarah teve traumatismo craniano, perdeu 40% da audição e ainda terá que passar por uma cirurgia para reconstrução do nariz. As imagens mostram como o rosto da mulher ficou desfigurado após a agressão.

A mulher ainda se recupera das agressões e ainda não consegue sair da cama.

O médico já tinha passagens por agressão contra a namorada anterior, que também seria dopada por remédios controlados. Se condenado, o agressor terá que cumprir 30 anos de prisão.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Cabo Frio como tentativa de feminicídio. Quem souber de qualquer informação que leve ao paradeiro de Patrick Coutinho, deve denunciar imediatamente ao Portal de Procurados da Polícia Civil: 21 98849-6099/2253-1177.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp