18/08/2020 às 10h43min - Atualizada em 18/08/2020 às 15h34min

Maricá: Funcionários dos Correios entram em greve

Imagem de arquivo::: LSM

Funcionários dos Correios, por meio da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect), iniciaram uma greve às 22h da última segunda-feira, 17. Cerca de 100 mil funcionários exigem melhores condições de proteção contra o coronavírus e reclamam de cláusulas quebradas em acordos feitos pela categoria e a empresa. A greve está ocorrendo em todo o país.

Segundo os trabalhadores da categoria, os funcionários estão se sentido desprotegidos em meio ao trabalho durante a pandemia do novo coronavírus, por isso, eles pedem novas medidas de proteção para continuarem atuando. A principal pauta, no entanto, seria a quebra das cláusulas de um acordo coletivo, feito entre funcionários e a empresa. O contrato, que duraria até 2021, garantia o pagamento de um adicional de risco aos funcionários da empresa e o vale alimentação, no entanto, as duas medidas não estão sendo cumpridas pelos Correios, segundo informações.

Os funcionários também seguem com medo da privatização dos Correios, um dos assuntos que vem sendo recorrente no país. 

Os Correios se pronunciaram sobre o tema, através de uma nota, afirmando que as reivindicações dos funcionários custariam muito aos cofres públicos e, por isso, são medidas inviáveis. "A diminuição de despesas prevista com as medidas de contenção em pauta é da ordem de R$ 600 milhões anuais. As reivindicações da Fentect, por sua vez, custariam aos cofres dos Correios quase R$ 1 bilhão no mesmo período - dez vezes o lucro obtido em 2019. Trata-se de uma proposta impossível de ser atendida", afirmou.

A empresa também afirmou que os ajustes propostos são de benefícios previstos na CLT e que a companhia resguarda os vencimentos dos pagamentos. Por meio da nota, a empresa ainda disse que tem um Plano de Continuidade de Negócios para fazer com que a população continue sendo atendida mesmo em meio à greve. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp