16/10/2020 às 13h49min - Atualizada em 16/10/2020 às 23h54min

Maricá: Coletores de lixo iniciam nova greve e sindicato promove reunião

LSM - Os coletores de lixo da cidade decidiram iniciar uma nova greve na manhã desta sexta-feira, 16, para reivindicar melhorias para a classe trabalhadora. Prefeitura, empresa terceirizada, funcionários e sindicato fizeram uma reunião.

A manifestação ocorreu nesta manhã, na sede da empresa de coleta de lixo, em São José do Imbassaí. Como o LSM vem acompanhando, desde o final de setembro, os profissionais se queixam de estarem trabalhando diariamente com caminhões em condições precárias, sem folga, com atraso de salários, desfalques nas cestas básicas entre outros direitos trabalhistas, que não estão sendo respeitados.

"Estamos reivindicando melhorias de trabalho e lutando pelos nossos direitos. Queremos nossas folgas, pagamentos de horas extra e cestas básicas”. Relatou um dos funcionários, por mensagem ao nosso WhatsApp.

"Os caminhões e pontos da base estão em condições horríveis, precárias. Ainda colocam os coletores para trabalhar em caçambinha que é inapropriado para trabalho de coleta de lixo. Estamos cansados de apanhar direto de moradores insatisfeitos" declarou um dos profissionais.

Após a primeira greve, ocorrida no dia 28 de setembro, como noticiado pelo LSM, a empresa terceirizada foi advertida e uma nova licitação para a contratação de uma outra empresa foi anunciada pela autarquia de Serviços de Obras de Maricá (Somar), responsável pela fiscalização da terceirizada.

A previsão para a nova contratação era para o dia 1º de outubro, porém, devido os transmites burocráticos, ocorreu um atraso na licitação e a antiga empresa continua prestando serviço para a cidade até que a nova assuma.

A NOVA GREVE

De acordo com relatos dos funcionários, as más condições de trabalho, o atraso no salário e outros diretos trabalhistas continuam não sendo respeitados, e por isso, uma nova greve foi iniciada. Sendo assim, como na primeira vez, apenas 30% do efetivo estará trabalhando.

Desde as 10 horas da manhã, representantes da Somar, quatro funcionários representado a classe e representantes do sindicato dos coletores de lixo urbanos estão em uma reunião para solucionar o problema.

APOIO EXTRA

Desde o anúncio da primeira greve, a Prefeitura de Maricá, através da Autarquia de Obras de Maricá (Somar), vem disponibilizando equipes e veículos para auxiliar na coleta de lixo e tentar suprir o desfalque por conta da redução dos funcionários, que aderiram a manifestação.

No entanto, mesmo com os 30% do efetivo, trabalhando com quatro caminhões de lixo prensado da empresa, somado à outros 50 veículos da Somar, entre caminhões e retroescavadeiras, que foram disponibilizados para a ação, não está suficiente para dar conta do acúmulo de lixo nos diversos bairros da cidade, que vêm sofrendo nos últimos meses com a irregularidade da coleta.

A equipe LSM vem recebendo várias denúncias sobre a qualidade da coleta de lixo através do nosso WhatsApp 990863309


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp