15/12/2020 às 11h07min - Atualizada em 16/12/2020 às 09h54min

Identificado o homem morto por traficantes no 'Minha Casa, Minha Vida' de Itaipuaçu

LSM- Foi identificado como sendo Alexsandro Lopes de Lima, de 36 anos, o homem assassinado a tiros por traficantes do condomínio 'Minha Casa, Minha Vida', no bairro de Itaipuaçu.

O crime aconteceu por volta das 21h30, no Setor D. Segundo informações obtidas com exclusividade pelo LSM, Alexsandro Lima - que era morador do conjunto habitacional - foi pego por traficantes - que dominam o local - após um emboscada, em seguida, foi amarrado, espancado e alvejado por diversos tiros. O morador não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

"Ele estava em casa quando recebeu um áudio com pedido de ajuda por conta de veículo estava enguiçado no interior do condomínio. Ele foi até o local de moto e voltou em casa para pegar o cabo de chupeta. Em seguida foi de carro até o local e não retornou." Contou um amigo próximo da família, que não quis se identificar.

Segundo relatos, o corpo da vítima foi colocado dentro de um veículo Renault Sandero, que foi queimado na Rua Áustria, próximo a portaria do Condomínio. Já o local no crime, o chão foi lavado pelos traficantes para a retirada do sangue.

"Ao ver que Alexsandro estava demorando para voltar para casa, a esposa dele saiu para procurá-lo. Ela foi informada que um homem havia sido assassinado. Preocupada, ela foi até o local onde estaria o corpo e encontrou o carro da família queimado e o corpo do marido dentro." Relatou o conhecido.

A Policial Militar foi comunicada e equipes do Patrulhamento Tático Móvel (PATAMO) da 6ª Companhia de Maricá e do DPO de Itaipuaçu foram deslocados para o local e acionaram a perícia da Polícia Civil.

Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) estiveram no local para a realização da perícia criminal. Após os procedimentos, o corpo do morador foi levado pelo Rabecão da Defesa Civil Estadual para o Instituto Médico Legal (IML) do Barreto em Niterói.

Ainda não se sabe a motivação do crime. A delegacia especializada irá investigar o caso.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp