publicidade 1200x90
06/06/2021 às 19h35min - Atualizada em 07/06/2021 às 12h45min

'Foi na Rua', afirma estabelecimento após matéria sobre confusão durante madrugada em Itaipuaçu

Imagens de uma das câmeras de segurança
(Reprodução/Caneca Mofada)

Após a veiculação da matéria do LSM sobre a dupla agressão sofrida por homem durante uma confusão ocorrida na madrugada deste sábado, 5, em Itaipuaçu, o proprietário do estabelecimento mencionado entrou em contato com a nossa equipe e para esclarecer sobre o caso.

De acordo com Fabiano – uns dos responsáveis pelo pub Caneca Mofada – a confusão aconteceu do lado de fora do estabelecimento – na Rua Professor Cardoso de Menezes (Rua 1) – e não nas dependências do local, como foi noticiado.

Ainda segundo o proprietário, ele acompanhou de perto o desentendimento, tentou apaziguar e lamenta pelo ocorrido. A versão da ocorrência está detalhada na nota enviada à nossa redação e publicada aqui, na íntegra, como forma de direto de resposta.

SEGUE A NOTA:

“Me chamo Fabiano uns dos responsáveis do estabelecimento Caneca Mofada!

Na madrugada de sexta pra sábado, por volta das 3:30, uma pessoa pediu pra entrar no estabelecimento pra buscar um irmão que estava um pouco bêbado, entrando muito rápido ao estabelecimento, nossos funcionários de apoio acompanhou está pessoa e percebemos que a história não era bem assim como ele disse.

Percebemos que ele queria tirar satisfação com um cliente que frequenta a casa desde o início, nos aproximamos e não deixamos que nada de mau acontecesse com este rapaz cliente da casa mais ao mesmo tempo ele preferiu se retirar da casa. Tentamos conter a pessoa agressora mais percebemos que se tratava de um policial armado.

Ao ele sair do estabelecimento, ele agrediu nosso cliente sem direito de defesa, tentamos por diversas vezes pedindo pra ele não agredir o rapaz e logo depois ele efetuou um disparo para o alto e mais uma vez nossa equipe tentou conte lo e ele acabou indo embora.  Nossa equipe pegou o rapaz agredido, colocou dentro do nosso estabelecimento e demos toda a assistência possível pra ele, exemplo: gelo, água e tentamos acalma lo.

Mesmo a briga sendo fora do nosso estabelecimento, colocamos o rapaz em nosso carro particular e levamos ele pra registrar a queixa na delegacia da região e o agressor foi realmente identificado como policial e ao mesmo tempo discubrimos que o desentendimento não foi dentro do Caneca e sim dias passado em outro local, o policial só descobriu que o rapaz estava lá porque o irmão do agressor estava no estacionamento.

É um fato lamentável, mais não houve briga no interior do nosso estabelecimento.  Às imagens internas do Caneca estão disponíveis para as autoridades competentes para maiores esclarecimentos.

Nota de repúdio: Informamos que o caneca repudia todo e qualquer ato de agressão física ou psicológica no interior e disponibilizamos equipes de segurança pra que nossos clientes tenham uma segurança e conforto."

De acordo com o proprietário, as imagens das câmeras de segurança serão entregues à Polícia. A Delegacia de Maricá (82ª DP) abriu uma investigação para apurar o crime de agressão.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp