17/09/2021 às 08h55min - Atualizada em 17/09/2021 às 12h47min

Maricá retoma apresentações da Roda Cultural nesta sexta-feira

Por Thayná Silva – O Programa de Amparo ao Trabalhador (PAT), teve um atraso no deposito de sua penúltima parcela e muitos beneficiários estão recebendo nesta quinta-feira, 16.

O programa que foi prorrogado, teve uma redução no seu valor e caiu para metade, indo para R$600. O benefício segue até o mês de outubro, juntamente com o Renda Básica Cidadania, o ‘Cartão Mumbuca’, que passará a ser no valor de R$300 por membro familiar até novembro, após esse período, o Mumbuca passará a ser no valor de R$ 170 por membro familiar.  

Porém, os beneficiários pedem para que o programa continue sendo depositado e uma petição online está sendo realizada para que a Prefeitura de Maricá possa manter o benefício até 2022. 

Vale lembrar, que, os programas emergenciais foram implementados pela Prefeitura de Maricá, no começo da pandemia (há cerca de um ano e meio atrás), para que pudesse ajudar financeiramente a população maricaense a passar pelo momento mais agudo da pandemia da Covid-19.

Entretanto, apesar da cidade não ter mais tantas restrições, ter muitos lugares liberados, eventos sendo realizados e boa parte da população já estar vacinada, a pandemia ainda não acabou.  

A população ainda enfrenta muitas dificuldades financeiras e com a ajuda do PAT muitas famílias estão conseguindo sobreviver e arcar com algumas despesas. Boa parte da população maricaenses ainda precisa desse suporte.  

E a petição que está sendo realizada, pede exatamente pela continuação do programa. A petição está sendo direcionada ao Prefeito Fabiano Horta e muitas estão assinando. 

Veja no link: https://secure.avaaz.org/community_petitions/po/prefeito_de_marica_fabiano_horta_pat_mumbuca_ate_2022_na_pandemia_covid_19_em_marica 
 
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp