27/01/2022 às 15h26min - Atualizada em 27/01/2022 às 15h07min

Projeto Comunidade de Aprendizagem é lançado em Maricá

Encontro teve a presença do educador português José Pacheco, entusiasta da obra de Darcy Ribeiro.

Thayná Silva - leisecamarica.com.br
Fonte: PMM
Foto: Divulgação

A Prefeitura de Maricá lançou nesta quarta-feira (26/01), o projeto Comunidades de Aprendizagem, da Secretaria Municipal de Educação, que procura melhorar a aprendizagem com mais diálogo e envolvimento de estudantes, pais e escola na escolha dos processos educativos. Na prática, o aluno passa a receber uma educação mais personalizada, conforme seus maiores interesses. 

O evento, parte da programação do centenário de Darcy Ribeiro, teve a participação do educador português José Pacheco, que foi o idealizador da Escola da Ponte, em Portugal, e é um entusiasta da obra de Darcy. 

A iniciativa teve início em 26 de outubro de 2021, com alinhamentos junto aos gerentes de ensino de Maricá e, a partir daí, seis escolas foram selecionadas para um projeto piloto. São elas: E.M Marcus Vinícius Caetano Santana; E.M Jacintho Luiz Caetano; E.M Professor Ataliba de Macedo Domingues; E.M Vereador João da Silva Bezerra; CEPT Professora Zilca Lopes da Fontoura e E.M Dilza da Silva de Sá Rego. 

“Essas escolas foram escolhidas de acordo com a sua localidade, faixa etária dos alunos e porque as gestoras tinham experiência com tempo integral”, explicou a secretária Adriana Luiza da Costa, destacando que participaram dessa discussão escolas da rede municipal, estadual e privada. 

Na avaliação de José Pacheco, “a Prefeitura de Maricá entendeu que é possível que todos aprendam e sejam felizes e que é para isso que as escolas existem.” 

O lançamento ocorreu na Casa Darcy Ribeiro, em Cordeirinho, e contou com as secretárias de Educação das cidades de Vassouras (Magda Sayão) e Mendes (Maria Paula da Silva Vale). 

Escola mais forte na comunidade 

O benefício da metodologia do projeto, segundo seu conceito, é refletir uma escola mais forte junto à comunidade.  

“A gestão tem que ser democrática e participativa de fato, e toda a comunidade precisa contribuir. Vamos quebrar vários paradigmas da comunicação, personalizando o aprendizado. Nossos alunos vão aprender efetivamente sobre aquilo que eles têm interesse e, por isso, a formação dos professores é essencial nesse processo”, disse a secretária Adriana. 

 

 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp