publicidade 1200x90
05/04/2022 às 22h13min - Atualizada em 05/04/2022 às 22h11min

Mães de crianças deficientes manifestam pelo direito educacional dos seus filhos em Maricá

Jade Carvalho - leisecamarica.com.br

Diversas mães de crianças com deficiência se reuniram para manifestar em busca do direito educacional de seus filhos na tarde desta terça-feira, 05, em frente à sede da Secretaria de Educação, no Centro de Maricá. 


Segundo as mães, o protesto foi feito buscando melhorias para as crianças deficientes, que estão sofrendo com a precariedade de mediadores nas escolas municipais da cidade. 


“Estamos lutando por mediadores qualificados para as crianças PCD’s. Estamos lutando por EJA diurno para os PCD’s. Crianças sem mediadores tem seu direito a estudar vilipendiado porque elas não podem ficar na escola sem mediação. Falta mediador nas escolas. Tem um mediador que atende até cinco crianças por turno. Muitas dessas crianças não falam e precisam de auxílio”, disse uma das mães. 


“Estamos cobrando do município todos os direitos assegurados por lei dessas crianças frequentarem o colégio, com a devida estrutura, incluindo mediação, essa que segundo a própria Secretaria de Educação, em nota ao Lei Seca informações que possui 377 mediadores capacitamos, porém não é uma realidade”, disse outra mãe. 


Ainda segundo as mães, as crianças deficientes estão com o horário reduzido nas escolas, o que prejudica os pais e responsáveis que trabalham, além de não terem vagas disponíveis nas creches. 


“As crianças PCD’s estão na escola com horários reduzidos por falta de mediadores. Não há vagas em creches para nossos filhos”, falou outra manifestante. 


A equipe do LSM entrou em contato com a Prefeitura de Maricá, que até o fechamento desta matéria, não se pronunciou. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp