publicidade 1200x90
11/04/2016 às 20h30min - Atualizada em 17/04/2016 às 14h23min

Vereadores prestam depoimento na Delegacia de Maricá

[caption id="attachment_92042" align="aligncenter" width="1024"]

Vereador Adelso prestou depoimento na Delegacia de Maricá.

Vereador Adelso prestou depoimento na Delegacia de Maricá.

Vereador Adelso prestou depoimento na Delegacia de Maricá.[/caption] Por Romário Barros- Os Vereadores Adelso Pereira (SDD), Frank Costa (SDD) e Helter Ferreira (PT) prestaram depoimento na Delegacia de Maricá na tarde desta segunda-feira, dia 11. Informações extraoficiais obtidas pela equipe do LSM dão conta que um pedido especial  dos parlamentares - aos agentes da Polícia Civil - foi que a imprensa não fosse informada do horário que eles prestariam depoimento na Unidade Policial porque eles não ser fotografados por nossa equipe. Infelizmente, no momento em que eles prestavam depoimentos na Delegacia, nossa equipe estava em um acidente de trânsito no bairro de São José do Imbassaí. O teor dos depoimentos prestados pelos parlamentares não foi informado pelo Delegado Titular da Delegacia de Maricá, Dr. Júlio César Mulatinho. O Vereador Adelso Pereira subiu a tribuna na sessão da Câmara de Vereadores desta segunda-feira, 11, para criticar a veiculação da matéria divulgada na última quarta-feira, onde os agentes da Polícia Civil foram pessoalmente intima-lo no Câmara de Vereadores. Segundo o parlamentar, ele só teve acesso ao conteúdo da intimação através da matéria publicada pelo LSM. Em plenário, os vereadores são soberanos e os órgãos de imprensa e a população que está no plenário não podem se manifestar durante a sessão, então, a resposta ao parlamentar Adelso Pereira é feita através dessa matéria, pois está tentando calar este veículo de comunicação de divulgar o caso policial no qual está sendo investigado. Uma suposta assessora do Vereador Adelso Pereira ainda encontrou o Repórter Mauro Luis, próximo a Delegacia de Maricá e disse "- É proibido bater foto de parlamentar dentro de seus gabinetes e vocês vão ter que responder no Ministério Público", disse o Repórter Mauro Luis fazendo menção a foto registrada no momento em que Adelso recebeu a intimação do agente da Polícia Civil. História- A Delegacia de Maricá (82ª DP) abriu inquérito investigativo para apurar a falsificação de um documento apresentado na sessão da Câmara Municipal de Vereadores do último dia 28 de Março. O registro de ocorrência na 82ª DP foi aberto pelo Vereador Dr. Felipe Auni (PSD). De acordo com o parlamentar, houve uma possível falsificação de documento no ato da mesa diretora nº 002 de 28 de Março, assinado pelos Vereadores Adelso Pereira (SDD), Frank Costa (SDD) e Helter Ferreira (PT). Ainda segundo Auni, o memorando nº 015/2016 informa que o Vereador Adelso Pereira não compareceria a sessão ordinária do dia 28 de Março em razão de atraso no voo do Paraná para o Rio de Janeiro. "- Entreguei a cópia de todos os documentos da sessão a Polícia Civil com a finalidade de que sejam adotadas as medidas necessárias para apuração dos fatos em questão, considerando que a priori, Adelso não estava no estado do Rio de Janeiro no dia 28 como supostamente indica o ato 002/2016", disse Auni. Auni questiona, em especial, a assinatura de Adelso que não estava no estado do RJ no dia no qual foi assinado o documento, caracterizando um possível uso de documento falso. Os vereadores foram intimados por agentes da Polícia Civil antes da sessão regimental desta quarta-feira, dia 06, e deverão prestar esclarecimentos na Delegacia nos próximos dias. Dos parlamentares citados, somente o Vereador Adelso Pereira foi encontrado na casa de Leis. As intimações de Helter e Frank foram entregues em seus respectivos gabinetes. A sessão da Câmara de Vereadores do dia 28 de Março foi a mais conturbada da história, onde o ato nº 002 da mesa diretora pretendia retirar o parlamentar Chiquinho da Presidência da Casa de Leis. Depois desse dia, a Câmara de Maricá nunca mais foi a mesma, sendo marcada por discussões e confusões. [caption id="attachment_91652" align="aligncenter" width="1024"]
Polícia Civil investiga suposta falsificação de documento na Câmara Municipal de Maricá. (Foto :: Romário Barros - Portal de Notícias Lei Seca Maricá)

Polícia Civil investiga suposta falsificação de documento na Câmara Municipal de Maricá. (Foto :: Romário Barros - Portal de Notícias Lei Seca Maricá)

Polícia Civil investiga suposta falsificação de documento na Câmara Municipal de Maricá. (Foto :: Romário Barros - Portal de Notícias Lei Seca Maricá)[/caption] [caption id="attachment_91655" align="aligncenter" width="1024"]
Adelso Pereira se defende da acusação de falsificação de documento na Câmara Municipal. (Foto :: Romário Barros - Portal de Notícias Lei Seca Maricá)

Adelso Pereira se defende da acusação de falsificação de documento na Câmara Municipal. (Foto :: Romário Barros - Portal de Notícias Lei Seca Maricá)

Adelso Pereira quando recebeu a intimação da Polícia Civil (Foto :: Romário Barros - Portal de Notícias Lei Seca Maricá)[/caption]


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp