Novo Coronel do 12º Batalhão prejudica o policiamento em Maricá


Por Romário Barros- Parece brincadeira, mas não é. Desde que assumiu o comando do 12º BPM, responsável pela segurança em Maricá, o tenente-coronel Sylvio Ricardo Ciuffo Guerra, ainda não mostrou a que veio e os índices criminais subiram bastante em todo o município. Falta de efetivo nas ruas de Maricá prejudica, e muito, o policiamento.

Há várias explicações plausíveis para o aumento da criminalidade e a falta de efetivo é a principal delas. Os Policiais Militares da 6ª Companhia de Maricá, além de atender as ocorrências da Central da Polícia Militar, que não são poucas, estão cumprindo as ordens de policiamento de uma operação que se chama “Bom dia Maricá”.  Nessa operação as viaturas ficam paradas em pontos estratégicos durante 1/4 do serviço. Na época do Capitão Marcelo Barreto, a mesma operação era realizada, mas as viaturas faziam rondas em diversos bairros.

Outro fator que está causando perda de efetivo nas ruas de Maricá é a ocupação do condomínio ‘Minha Casa, Minha Vida’ de Inoã. Não há policial Militar fixo no trailer e as viaturas do DPO ficam intercalando/revezando durante o dia para ‘tomar conta do posto’. Não foram registradas prisões de repercussão desde que o posto foi instalado. 

Um outro fator prejudicial são que os Militares de Maricá estão tendo que parar de patrulhar aqui em nossa cidade para apoiar até policiamento no Rio, próximo do Complexo de Favelas da Maré. Além disso, Policiais Militares e viaturas de dois DPOs da área de 6ª Companhia estão ainda cumprindo ordem de baseamento na BR-101, em Niterói e São Gonçalo, durante a madrugada, deixando Maricá sem segurança.

A Cabine da Rua 83, em Itaipuaçu, foi reativada, mas os Policiais Militares que estão lá são do DPO de São José do Imbassaí. Ou seja, São José do Imbassaí fica sem policiamento, enquanto a cabine fica aberta com uma viatura e dois Policiais Militares, praticamente ‘sem fazer nada’.

Ainda há a questão do abastecimento. Havia um convênio que permitia que as viaturas da 6ª Companhia da Polícia Militar fossem abastecidas no posto Aleluia em Maricá. O convênio acabou e agora as viaturas tem que sair daqui de nosso município para abastecer no Centro de Niterói, na sede do Batalhão, na Avenida Jansen de Melo.

São cerca de 130 Policiais Militares lotados na 6ª Companhia de Maricá, divididos em escalas, sendo que apenas 30 trabalham por dia em toda a cidade.

CONTRAPONTO
Tentamos contato com o Coronel, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos respostas

error: Conteúdo protegido!