Pandemia aumenta casos de violência contra crianças e adolescentes em Maricá


LSM – Em meio ao Maio Laranja, campanha dedicada ao combate ao abuso contra crianças e adolescentes, Maricá apresentou um aumento excessivo nos casos de abuso e violência infantil. De acordo com equipes do Conselho Tutelar de Maricá, o aumento desse tipo de crime poder ser devido ao isolamento social, em meio a pandemia de coronavírus.

Segundo os conselheiros tutelares de Maricá, desde o inicio da pandemia ações investigativas estão sendo feitas frequentemente em diversos bairros da cidade, devido ao aumento de denúncias de crimes envolvendo abuso contra crianças e adolescentes. A informação foi divulgada em uma coletiva de imprensa com equipes do Conselho Tutelar de Maricá sobre o caso Bel Para Meninas, youtuber maricaense que supostamente estaria sofrendo abuso psicológico por parte de sua mãe. O caso Bel segue em investigação.

De acordo com informações, no Brasil, 90% dos casos de violência sexual e outros tipos de violência contra crianças e adolescentes ocorrem no ambiente familiar, praticados por quem tem o dever legal de proteger a vítima. A escola – que muitas vezes é uma forma da criança ou adolescente denunciar os crimes – foi fechada devido a pandemia, o que dificultou algumas denúncias chegarem até o Conselho Tutelar.

Os conselheiros afirmam que os casos de abuso e violência contra criança e adolescente deve ser denunciado através do email do Conselho Tutelar de Maricá: [email protected] ou do Disque 100 ou pelo número 24 horas do CT de Maricá: 21 99195-5496.

error: Conteúdo protegido!