Polícia Civil descarta violência sexual envolvendo criança de dois anos em Maricá


A Polícia Civil descartou a possibilidade de violência sexual envolvendo uma criança de dois anos em Maricá. O caso foi registrado na distrital no último sábado, 26.

De acordo com um levantamento feito pelo LSM, as suspeitas surgiram após a mãe encontrar marcas vermelhas na região das nádegas da criança. Sem saber do que se tratava, a mãe procurou um médico que indicou que a mulher procurasse a Polícia, pois haveria hipótese de se tratar de um caso de violência sexual.

A mãe registrou o caso na Delegacia de Maricá e a criança foi levada para exames periciais.

De acordo com o Delegado da 82ª DP, Dr. Júlio César Mulatinho, o primeiro exame realizado já descartou a violência sexual.

“A única anormalidade identificada foi uma verruga na região anal causada por algum tipo de inflamação” disse.

O exame comprovou que a criança não sofreu violência sexual, mas segundo familiares, houve caso de atentado violento ao pudor.

error: Conteúdo protegido!