Policiais Ambientais da Unidade de Itaipuaçu resgatam arara Sandra em Piratininga


LSM – Policiais Militares da Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) da Serra da Tiririca resgataram na tarde desta sexta-feira, 17, uma arara na Rua Madri, em Piratininga, na Região Oceânica de Niterói.


De acordo com as informações, a denúncia informava que a ave tinha sido escondida por um morador da Rua Madri e que no local haveria também diversos animais silvestres mantidos em cativeiro. Após terem recebido as informações, os agentes foram ao local e constataram a veracidade das informações, inclusive com a existência de vários pássaros silvestres da fauna brasileira sem anilhas e autorizações pertinentes.

Para Maikel Alves, dono da arara, se surpreendeu ao ver o estado em que a ave se encontrava. 

“Eu recebi uma ligação de uma sargento do Linha Verde perguntando sobre o número da anilha da Sandra e eu já me dirigi até ao local, chegando lá eu já confirmei o número da anilha. Logo que cheguei no local, vi que se tratava de um grande cativeiro de pássaros, muitas gaiolas e em uma delas estava a Sandra. Ela não falava de jeito nenhum, a arara estava parada, quieta, parecia star chocada, eu falava e ela não respondia, mas quando botei a mão ela veio logo para cima de mim. E assim que ela se sentiu segura dentro do carro, já voltou a falar, começou a dançar e ficou muito feliz. ” contou.

ENTENDA O CASO

O desaparecimento da uma arara Sandra ganhou repercussão na internet após a criação da página ‘Ajude a achar Sandra’, que mobilizou cerca de 60 mil pessoas em toda a região para localizar a ave perdida. O sumuço ocorreu no último dia 23 em Piratininga, Niterói. A ave Sandra morava em um coqueiro na casa de seu dono, Maikel Aves, quando se assustou com fogos de artifício e acabou fugindo. Em outros episódios, o animal escapava para casa de algum vizinho e logo retornava para casa, porém dessa vez ela não tinha retornado.

Várias postagens foram feitas em redes sociais e carros de som colocados nas ruas para localizar o pássaro, até que uma denúncia feita ao Linha Verde trouxe a arara Sandra para perto de seu proprietário. Ela é anilhada e seu dono possui a licença concedida pelo IBAMA permitindo sua criação.

Vale reforçar que crimes ambientais podem ser denunciados de forma anônima em todo o estado do RJ ao Linha Verde, através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo para celulares “Disque Denúncia RJ”. Em todos os canais, o anonimato é garantido ao denunciante.

error: Conteúdo protegido!