Prefeitura afirma que ocupação de leitos caiu para 37,3% em Maricá


Há exatos 21 dias da retomada de forma gradual das atividades econômicas em Maricá, que começou a partir do último dia 04/06 com a entrada em vigor do decreto que estabeleceu a fase Amarelo 1, a rede municipal de Saúde tem apresentado uma redução significativa da taxa de ocupação de leitos disponíveis para pacientes com Covid-19.

Em apenas uma semana, essa taxa passou de 43,3% para 37,3%, segundo consta na nota técnica emitida pela Secretaria de Saúde na última quinta-feira (25/06) e que embasa a decisão de transferir o status para a fase Amarelo 2. O documento também aponta para uma redução na taxa de respiradores em uso. No dia 18/06, o número era de 18,7%, passando agora para apenas 8,7% dos equipamentos.

De acordo com a secretária de Saúde, Simone Costa, com a mudança no protocolo de testagem do contágio e a estratégia de testagem de assintomáticos, iniciada pelos idosos do município, é possível notar que o contágio permaneceu controlado nesta última semana, mesmo observando uma procura ligeiramente maior nas tendas.

No último parecer da Saúde, a média diária era de 133 pessoas à procura dos três polos de atendimento (Centro, Ponta Negra e Itaipuçu) e atualmente contabiliza 174 pessoas com sintomas. Com relação aos pacientes em recuperação, esse número soma 138 contra 92 no último parecer.

“Com base nestes dados e a fase de contágio da doença na cidade, podemos afirmar que sanitariamente o município está preparado para avançar um passo a mais, lembrando que a saúde mental psicológica da sociedade é de igual importância e relevância”, concluiu a secretária Simone Costa.

error: Conteúdo protegido!