Prefeitura entrega título de propriedade para famílias em Santa Paula


Quinze famílias, num total de 46 pessoas, do bairro Nova Luzitânia, em Santa Paula, receberam no último sábado (14/9) o Título de Concessão de Direito Real de Uso (títulos de propriedade), pelo programa Endereço Certo, da secretaria de Habitação e Assentamentos Humanos. O Vereador Fabiano Novaes (DEM) participou das entregas.

O prefeito Fabiano Horta ressaltou a importância da entrega. “É dignificar a vida das pessoas. Cada uma dessas famílias está protegida juridicamente com seu direito à moradia. A terra é direito de todos”, destacou. Ainda segundo o prefeito, a comunidade participará da urbanização do local. “Vocês serão os engenheiros para construir um projeto que atenda os desejos de vocês. Queremos cada vez mais oferecer uma cidade mais justa, mais harmônica e mais humana”, declarou.

O processo de regularização da área que teve início em fevereiro desse ano. “Hoje é um dia de grande emoção. Com a participação ativa da comunidade que se empenhou ao máximo, o processo aqui foi bem rápido. A partir desse momento, essas famílias entram no sistema formal tanto da prefeitura quanto do cartório”, destacou a secretária da pasta, Rita Rocha, acrescentando que mais de 300 famílias já foram beneficiadas (mais de mil pessoas) em outras oito áreas no município. “Estamos em um processo de regularização em mais 30 áreas que beneficiará mais de 12 mil beneficiados”, ressaltou.

Um dos beneficiados, o cearense Antônio de Medeiros, de 48 anos, que reside no local desde 2012, estava muito emocionado. “Não esperava mesmo por tudo isso. Não tenho como agradecer à prefeitura por me conceder a oportunidade de ter realizado o sonho de ter minha casinha. Quando vim morar aqui, era de barro, sem porta e, aos pouquinhos, vou melhorando para eu e meu filho termos um lar digno”, destacou.

O vendedor Joseni da Silva Pereira, de 50 anos, disse que não via a hora de poder dizer que o local onde mora, há cinco anos, com a esposa e dois filhos, realmente era seu. “Hoje é um dia de enorme gratidão. Nunca pensei em ter uma oportunidade dessa. Sou nascido e criado em Maricá e amo essa cidade. Sempre sonhei em poder deixar minha casa para minha família, e hoje, isso virou realidade”, relatou.

Moradora do local há cinco anos, Maria Alcineide da Silva, de 49 anos, falou do orgulho em ter o documento de sua casa. “Vim de Itaipu porque estava passando muitas dificuldades. Não tinha mais como pagar aluguel. Pensei que teria que ir morar debaixo da ponte. Passou um filme na minha cabeça e hoje sou muito grata por ter a regularização da minha casa”, destacou.

Maria das Graças Silveira, de 70 anos, moradora do local há sete anos, reside com seu esposo Damião Barbosa, de 70 anos, e um filho especial. “Hoje é dia de comemorar. Tenho o documento que garante minha casa como realmente minha”, ressaltou.

Quem também participou do evento foram os alunos do 6º e 7º ano da E M Vereador Osdevaldo Marins da Matta, em Santa Paula, integrantes do programa “Urbanista por um Dia”, da Secretaria de Urbanismo. O grupo entregou o projeto idealizado por eles para a futura urbanização do local.

error: Conteúdo protegido!