Profissionais que trabalham no CTI da covid-19 em hospital de Maricá denunciam atraso de pagamento


LSM – Profissionais de saúde que trabalham no Centro de Terapia Intensivo (CTI) da covid-19 no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro de Maricá, procuraram o LSM para relatar atraso de pagamento e falta do pagamento das taxas de insalubridade.

Segundo os profissionais, o salário está sendo pago atrasado, além de não estarem recebendo passagem, taxa de insalubridade e alimentação corretamente. Vale lembrar, que esses profissionais estão lidando com casos graves da covid-19 no município, sendo 100% a exposição dessas pessoas ao vírus.

A equipe LSM procurou a Prefeitura de Maricá, que em nota, respondeu:

“A Prefeitura consultou a OS responsável pelos profissionais citados na demanda e recebeu a informação de que cerca de 25 deles ainda dependem de trâmites burocráticos junto à empresa para a regularização dos vencimentos, como a abertura de conta bancária. A OS informou, ainda, que os pagamentos serão feitos no menor prazo possível. independentemente da solução dessas questões”

error: Conteúdo protegido!