Sistema de Cerco Inteligente da Prefeitura de Maricá auxilia na abordagem de carro suspeito



O sistema de Cerco Inteligente interligado a Central de Videomonitoramento da Secretaria Municipal de Segurança auxiliou na abordagem de um veículo suspeito que estava trafegando em Maricá. O veículo constava como roubado e o motorista foi levado para a Delegacia.

De acordo com informações, Policiais Militares do Programa Estadual de Integração na Segurança (PROEIS) estavam em patrulhamento quando foram informados pela Central de Videomonitoramento sobre um veículo Volkwagen Voyage suspeito que após consulta da placa, constava como carro roubado.

Os Militares fizeram a abordagem do veículo e revistaram o motorista, porém com ele nada foi encontrado. O motorista contou aos PMs, que o carro havia sido roubado porém recuperado no mesmo dia, portanto se tratava de um erro no sistema.

O homem foi conduzido para a Delegacia de Maricá (82ª DP) para prestar esclarecimento. Na Unidade Policial, foi constatado o erro de informações entre a Polícia e o Detran. O homem foi liberado em seguida.

O CERCO INTELIGENTE

O cerco eletrônico inteligente conta com 72 câmeras com reconhecimento ótico capazes de identificar todos os veículos que passarem pelos pontos de barreira estrategicamente colocados em todas as entradas e saídas do município.

De acordo com o secretário Celso Netto, o sistema registra fotos de todos os veículos que passam pelas barreiras e as placas são lidas pelo equipamento, que armazena a informação na base de dados. Caso haja uma restrição de furto, roubo ou mesmo um indicativo de suspeita emitido pelas forças de segurança, será disparado um alerta na Central de Videomonitoramento da Secretaria de Segurança, Ordem Pública e Trânsito. O cerco eletrônico permite ainda uma integração com outros municípios, que utilizem o mesmo sistema, além da Policia Militar.

“O sistema inteligente aprende com experiências, dados e experiências geográficas cadastradas. Isso permite contextualizar o comportamento e a dinâmica criminal, possibilitando traçar estratégias de defesa como num tabuleiro de xadrez sempre pronto para atacar e defender”, concluiu o secretário.

error: Conteúdo protegido!