VARIAÇÃO DE PREÇO NA COMPRA DE UM IMÓVEL PODE CHEGAR A 300% EM MARICÁ


Comprar um imóvel na cidade de Maricá pode apresentar variação de preço de até 300%. Qualidade de vida, mobilidade, ofertas de cultura, lazer e áreas verdes são atrativos que valorizam os imóveis em Maricá. Uma pesquisa realizada pelo Errejota Notícias, envolvendo cinco imobiliárias e 11 bairros diferentes com objetivo de simular uma compra de um imóvel de dois quartos, sala, cozinha e banheiro, apontou as regiões mais baratas e caras do município.

De todos os bairros selecionados na pesquisa, três apresentam média de valores mais altos: Araçatiba, Boqueirão e Jardim Atlântico. Em Araçatiba, o modelo de imóvel pesquisado custa R$ 400 mil. No Boqueirão, o valor já cai para R$ 350 mil e no Jardim Atlântico o preço deste imóvel passa para R$ 330 mil. Essa diferença representa uma variação de 21,21%.

Já os três bairros com média de preços mais baratos são: Inoã, São José e Mumbuca. A variação de preço entre os três é de 60%. O custo do imóvel em Inoã é de R$ 160 mil, em São José é de R$ 150 e na Mumbuca R$ 100 mil.

O levantamento revela que o preço entre o imóvel mais caro e o mais barato pode representar uma diferença de 300%, ou R$ 300 mil.

Na pesquisa não foi levado em conta o tamanho do imóvel, mas somente as mesmas características (cômodos).

Confira o preço médio dos bairros pesquisados:

Araçatiba – R$ 400 mil

Boqueirão – R$ 350 mil

Jardim Atlântico – R$ 330 mil

Barra de Maricá – R$ 280 mil

Cordeirinho – R$ 260 mil

Centro – R$ 240 mil

Ponta Negra – R$ 220 mil

Recanto – R$ 180 mil

Inoã – R$ 160 mil

São José – R$ 150 mil

Mumbuca – R$ 100 mil

error: Conteúdo protegido!