Vereadores sugerem mecanismos para evitar enchentes em Maricá


As fortes chuvas que atingiram Maricá na semana passada foram tema de discussão durante sessão ordinária ocorrida nesta segunda-feira (1) na Câmara Municipal de Maricá. Os parlamentares discutiram e sugeriram mecanismos para impedir, principalmente, alagamentos na cidade durante grandes tempestades. O vereador Marcinho da Construção (DEM) sugeriu a realização de um estudo técnico para que seja feito o bombeamento de água em locais onde não há caimento para a lagoa. O parlamentar ainda agradeceu à prefeitura pela dragagem feita nos rios em Itaipuaçu e Inoã.

“Falei com o prefeito da importância das dragagens que levam água pra lagoa. Existem muitos locais que não têm caimento para a água chegar à lagoa. Estive em São Paulo buscando informações e vi que nesses locais é feito um trabalho de prevenção com bombeamento. São bombas com grande capacidade que tiram água de locais que não conseguem fazer o caimento”.

O vereador Rony Peterson (PR) relembrou a importância das obras de macrodrenagem em São José de Imbassai. Ele pediu que a população colabore não poluindo as margens dos canais. “O povo dali de São José está feliz. Ninguém teve a casa alagada diferente de outros anos. Foi um trabalho magnífico feito ali. Estive em alguns locais após a chuva e vi que algumas coisas precisam ser feitas, mas a prefeitura vem avançando”.

O líder do Governo, Fabrício Bittencourt (PTB), anunciou que a autarquia de Serviços de Obras de Maricá (Somar) contratará novas equipes de obra. “A chuva realmente foi muito forte na semana passada. Maricá está crescendo muito. Obras de infraestrutura vêm sendo feita em toda a cidade. Inclusive o presidente da Somar, Renato Machado, disse na sexta que novas equipes estão sendo contratadas para trabalharem em vários horários de serviço, inclusive à noite”.

error: Conteúdo protegido!