Vice-presidente da Fundação Darcy Ribeiro visita IDR para discutir possíveis parcerias


O Instituto Municipal de Informação e Pesquisa Darcy Ribeiro (IDR) recebeu a visita do vice-presidente da Fundação Darcy Ribeiro, Antônio Claudio Lotar. Durante o encontro, o presidente do IDR, Alan Novais, apresentou os principais projetos em andamento, como o “Censo Econômico” e o “Chegou a Sua Vez!”.

Apesar de levar o nome Darcy Ribeiro, o Instituto é um órgão municipal responsável pela coleta e análise de dados sobre Maricá, além de promover estudos e pesquisas sobre a cidade. Já a fundação foi criada pelo antropólogo, escritor e político Darcy Ribeiro em 1996 e detém, hoje, os direitos autorais de toda sua obra.

A aproximação entre as duas entidades acontece visando a criação de parcerias para disseminar conhecimento. “A lei que instituiu o IDR prevê ainda a criação de uma editora e uma livraria. É de interesse de ambos estabelecer acordo de cooperação, trazer publicações relevantes e desenvolver projetos futuros de forma conjunta”, relevou Alan.

Lotar ressaltou que a obra de Darcy Ribeiro supera com facilidade discursos vazios. “Sempre propositivo e inclinado a ideias para construção, Darcy era muito seletivo em suas conversas. Se alguém chegasse para uma ‘prosa’ apenas para jogar conversa fora, ele nem perdia tempo”, enfatizou.

“O legado que as obras e memórias do Darcy Ribeiro representam para o país são de valores inestimáveis. Defensor ferrenho da educação pública, ele acumula um acervo acadêmico que é referência para o Brasil e para o mundo”, destacou Novais.

Antônio conheceu ainda o primeiro produto entregue pelo IDR, o “Maricá em Números” e elogiou a existência de um instituto para ser o centro de inteligência da cidade. “É uma forma de gestão muito inteligente poder contar com informação e conhecimento para a tomada de decisão. Só é possível administrar o que se conhece”, observou.

error: Conteúdo protegido!