Prefeitos de Maricá, Tanguá e Rio Bonito estudam soluções para o saneamento básico na Região



300x250 - Americanas

000057-696x445

O prefeito de Maricá Fabiano Horta se reuniu, na tarde desta terça-feira (08/08), em seu gabinete, com os prefeitos de Rio Bonito, José Luiz Mandiocão, e de Tanguá, Valber de Carvalho, para discutir soluções para as questões de saneamento, água e esgoto na região. Atualmente, os municípios são atendimentos pela Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae).

Já existe um estudo para que os municípios formem um consórcio que funcionaria como uma autarquia e teria como vantagens a universalização dos serviços e redução de custos, aperfeiçoamento da gestão, prioridade de acesso de recursos públicos federais e estaduais com linhas de crédito específicas, entre outros.

Para o prefeito Fabiano Horta a formalização de um consórcio irá beneficiar a população das três cidades, além de ser uma solução estruturante para a região. “Precisamos ter clareza do que cada município necessita. No rio Ubatiba, que é o nosso grande captador, a água está escassa e o nosso foco está em oferecer água de qualidade e também ter boa parte da população atendida com saneamento. Enfim, precisamos estabelecer um equilíbrio”, frisou Fabiano.

O prefeito de Tanguá compartilha da ideia de que o consórcio também irá fortalecer os municípios. “O desenvolvimento das cidades da região é importante para todos”, disse Valber de Carvalho. Já o prefeito de Rio Bonito afirma que saneamento é algo que não existe em sua cidade. “Nunca tivemos obras desse porte na cidade”, afirmou José Luiz Mandiocão.

Na reunião, foi estabelecido que será criada uma comissão com funcionários dos setores técnico, como Ambiente, orçamentário e o corpo jurídico das três prefeituras para debater as particularidades de cada município e iniciar a elaboração do Protocolo de Intenções, que funciona como a “certidão de nascimento” do consórcio.



Dia dos Pais 728x90



Banner Mobile 738x70

error: Conteúdo protegido!