05/05/2016 às 18h18min - Atualizada em 06/05/2016 às 18h28min

Operação da Ampla contra furto de energia encontra irregularidades em 18 imóveis de Maricá

IMG_0053-1024x599

IMG_0053-1024x599

Como resultado de uma operação da Delegacia de Homicídios de Niterói e da Ampla, realizada em Maricá, foram identificadas ligações irregulares de energia em 18 imóveis da cidade, no distrito de Inoã. Os responsáveis pelos empreendimentos foram indiciados e responderão a um inquérito por furto de energia. De janeiro a abril deste ano, foram contabilizados 255 registros de ocorrência e 37 prisões por furto de energia na área de concessão da Ampla. Em relação ao mesmo período de 2015, esse números representam um  aumento de 18% nas prisões e 10% nos boletins de ocorrência. Além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, os chamados “gatos de luz” afetam diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põem em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia. Para conscientizar a população sobre o perigo do furto de energia, a Ampla realiza, além destas operações, diversos projetos sociais em comunidades, com informações sobre o uso eficiente de energia elétrica, programas para geração de emprego e renda e revisão gratuita de instalações elétricas de consumidores com menor poder aquisitivo. Os clientes que quiserem denunciar o furto de energia podem fazê-lo pela internet: <www.ampla.com> ou pelo Twitter da empresa (@amplaenergia). Não é necessário se identificar.  
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp