08/06/2016 às 10h48min - Atualizada em 22/06/2016 às 18h05min

Acusados de tentativa de homicídio em Cordeirinho já foram identificados

SAM_9690 (1024x762)

SAM_9690 (1024x762)

Por Romário Barros- Dois homens acusados de balear Márcio Higor Toledo de Souza, de 18 anos, na noite da última segunda-feira, dia 06, na Praia de Cordeirinho, já foram identificados pela Polícia Civil com o auxílio de Policiais Militares do DPO da Barra de Maricá. Na manhã da última terça-feira, dia 07, o Sargento Souza saia do plantão no DPO e encontrou um homem suspeito na esquina da Rua 86 com a Avenida Reginaldo Zeidan, há cerca de 500 metros do local da tentativa de homicídio. O homem, que não será identificado, contou que estava na Praia com o grupo na noite da última segunda-feira e que Márcio Higor teria sido baleado por dois homens. De acordo com o homem, os dois homens estariam negociando a compra de duas pistolas que estavam em posse de Marcio Higor para - segundo eles - realizar 'alguns assaltos em Maricá'. Márcio Higor teria negado o acordo e os dois homens 'tomaram' as pistolas dele. Momentos depois, eles dispararam contra Márcio Higor e fugiram levando as armas. Os acusados já foram identificados, mas os nomes não foram revelados. Os mandados de prisão já deverão sair nos próximos dias. Eles irão responder por tentativa de homicídio. Tentativa de Homicídio- A tentativa de homicídio aconteceu na segunda-feira por volta de 7h15 da noite. De acordo com informações, o Márcio Higor estava com um grupo de 'amigos' na praia da Rua 86 quando foi baleado com cinco tiros. Bombeiros do Destacamento de Maricá foram deslocados para o local e realizaram os procedimentos de primeiros socorros ao ferido. Em estado gravíssimo, o homem foi levado para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro e transferido para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo. Foragido da Justiça- De acordo com levantamento feito pela LSM, Márcio Igor era foragido do Instituto Padre Severino (IPS), um antigo espaço destinado à internação provisória de jovens infratores, na Ilha do Governador. Ele responde por tráfico de drogas.
SAM_9692 (1024x711)

SAM_9692 (1024x711)

SAM_9693 (1024x595)

SAM_9693 (1024x595)

SAM_9697 (1024x768)

SAM_9697 (1024x768)


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp