11/09/2016 às 17h01min - Atualizada em 11/09/2016 às 17h02min

Marinha interrompe buscas por piloto e caça desaparecidos em Jaconé

ed0eea13-fff9-4485-b064-8da7c8837cda-copia-1-1

ed0eea13-fff9-4485-b064-8da7c8837cda-copia-1-1

A Marinha informou na sexta-feira (9) que interrompeu as buscas pelo piloto do caça (Capitão de Corveta Igor Bastos) que caiu no mar da Praia de Jaconé, na Região dos Lagos do Rio, durante um treinamento de ataque a alvos de superfície no dia 26 de julho. A Marinha não revelou quando ocorreu a interrupção do trabalho, mas acrescentou que as equipes vão retomar as buscas nesta segunda-feira (12). Em uma nota enviada na tarde da sexta, a corporação informou que "após seis semanas de buscas intensas, os navios regressaram para a Base Naval do Rio de Janeiro para recompletamento de combustível, tanques de água potável e gêneros alimentícios. As buscas no litoral de Saquarema e adjacências serão retomadas na próxima semana". Após seis semanas de buscas intensas, os navios regressaram para a Base Naval do Rio de Janeiro para recompletamento de combustível, tanques de água potável e gêneros alimentícios. As buscas no litoral de Saquarema e adjacências serão retomadas na próxima semana. As embarcações que atuavam nas buscas pelo piloto e por destroços do caça AF-1 Skyhawk não são mais vistas nas imagens do aplicativo MarineTraffic, que são feitas por satélite. O aplicativo mostra o trajeto de navios na costa e dava informações sobre a atuação dos navios de Socorro Submarino Felinto Perry e o de Pesquisa Hidroceanográfico Vital de Oliveira, os mais bem equipados da Marinha, quando estes atuavam na tentativa de localização do militar. A operação também utilizava aeronaves, lanchas e viaturas por terra. Ainda de acordo o órgão, nenhuma outra peça da aeronave, além dos dois pneus do trem de pouso que já tinham sido localizados em Arraial do Cabo e Cabo Frio, foi encontrada. Os objetos foram os únicos sinais do acidente encontrados no mar após a queda. Na segunda-feira (5), a parte de uma perna humana foi encontrada na Praia de Cordeirinho, em Maricá. A Marinha aguarda o resultado de exames do Instituto Médico Legal para saber se há relação entre o material e o acidente aéreo. "A perícia analisa se há algum sinal de identificação (cicatriz, marca ou tatuagem) em condições de ser comparada ao registro médico do militar desaparecido. A 82ª Delegacia de Polícia está responsável pela investigação do caso da perna achada por pescadores", disse a Marinha em nota enviada nesta sexta-feira (9). Caças se chocaram no ar O acidente aconteceu durante um treinamento padrão de ataque a alvos de superfície no dia 26 de julho. Dois modelos idênticos do caça, que é modernizado, se chocaram no ar. O outro caça conseguiu voltar para a base, em São Pedro da Aldeia. Segundo a Marinha, o piloto deste caça conseguiu ver o outro "cair de barriga" na água. O órgão informou ainda que o caça não possuía equipamento GPS (Global Positioning System ou Sistema de Posicionamento Global), mas tinha dois equipamentos Personal Locator Beacon (PLB), espécie de localizador para o piloto. Os equipamentos estavam instalados no colete, com acionamento manual; e no assento ejetável, com acionamento automático durante a ejeção do assento. Investigações A corporação abriu um Inquérito Policial Militar, que tem prazo para a apresentação de um parecer em até 60 dias depois da abertura do processo, no dia 27, um dia após a aeronave desaparecer no mar. Uma comissão também investiga o caso. Reportagens Relacionadas Polícia apura se pedaço de perna encontrado em Maricá pode ser de piloto desaparecido Pescadores encontram membro de corpo humano em Praia do Litoral de Maricá Marinha vai utilizar redes de arrasto nas buscas por piloto e caça em Jaconé Mistério sobre piloto e caça da Marinha completa 1 mês no Mar de Jaconé Marinha completa dez dias nas buscas por avião e piloto no Mar de Jaconé Marinha pede ajuda da população para encontrar aeronave no Mar de Jaconé Piloto de caça da Marinha que caiu no mar de Jaconé segue desaparecido Jaconé: Marinha utiliza navio-sonda para localizar piloto no fundo do mar Jaconé: Busca a piloto desaparecido após colisão de caças é retomada Força tarefa realiza buscas por piloto de caça que caiu no Mar de Jaconé Caça da Marinha cai no mar de Jaconé
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp