18/12/2016 às 12h55min - Atualizada em 18/12/2016 às 12h55min

Subsecretaria de Prevenção à Dependência Química de Maricá faz prestação de contas

screenshot_1

screenshot_1

A Subsecretaria de Prevenção à Dependência Química de Maricá realizou no Cinema Público Municipal Henfil, a prestação de contas dos últimos quatro anos de atividade do órgão, que é vinculado à Secretaria Adjunta de Assistência Social. O subsecretário Alan Christi Vieira apresentou os números e ações realizados no período, ao lado da secretária Laura Maria Vieira da Costa, e também conduziu uma palestra com o tema “Sociedade da Tarja Preta”, sobre pessoas que são viciadas em medicamentos. De acordo com Alan, a subsecretaria atende hoje 1.015 pacientes cadastrados em todo o município, um número considerado alto para a densidade populacional da cidade. Segundo ele, as causas teriam sido o aumento na quantidade de moradores causada, entre outros fatores, pela migração de pessoas oriundas de áreas conflagradas principalmente do Rio de Janeiro. Em contrapartida, ele sinaliza que o órgão tem atualmente 15% desses pacientes mantendo um tratamento regular. “Este é um número bastante expressivo, pois temos casos de municípios onde esse percentual não chega a 8%. Creio que o nosso trabalho junto às famílias, através do atendimento de suporte sócio­assistencial, foi fundamental para atingirmos esse percentual”, avaliou Alan Christi, que é psicólogo e neurocientista. Para o próximo ano, o subsecretário acredita num crescimento do trabalho a ser realizado. “Nossa meta é criar um centro de recuperação municipal, para o qual já temos um projeto e até uma área para construção, que seria no bairro Manu Manuela”, antecipou.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp