01/06/2017 às 09h06min - Atualizada em 01/06/2017 às 09h07min

Vacinação contra febre aftosa tem prazo ampliado em Maricá

IMG_3504

IMG_3504

De acordo com o calendário nacional, a vacinação obrigatória para prevenir bois e búfalos contra a febre aftosa terminou nesta quarta-feira (31/05). Segundo o secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Júlio Carolino, os pecuaristas com até 60 bovinos que ainda não vacinaram seus animais têm mais uma oportunidade. “Eles devem se dirigir ao Posto Municipal de Defesa Agropecuária (PMDA), onde a vacinação inicialmente era agendada, para receber orientações, buscar suas doses e retirar o termo de vacinação”, explicou. Segundo a veterinária Ludmila Taveira, a vacinação está sendo realizada numa média de 10 propriedades por dia. “Nós vamos fazer no município inteiro. O que está atrasando esse trabalho é que muitas vezes o gado não está preso, aí a gente tem que ir para outro local e depois voltar à propriedade visitada anteriormente. Mas os produtores não precisam se preocupar. Eles terão o rebanho vacinado”, assegurou. Vale lembrar que nesta primeira etapa devem ser vacinados animais de zero a quantos meses tiver. Produtores com mais de 60 cabeças não estão isentos da obrigação. Devem comprar as vacinas, aplicar nos animais e também se dirigir ao local para comprovar o procedimento. Quem descumprir as medidas é passível de multa. O Posto Municipal de Defesa Agropecuária (PMDA) fica no Parque de Exposições, na Rua 1º de Maio (Caju), e funciona de segunda a sexta-feira das 9h às 17h.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp