publicidade 1200x90
11/08/2018 às 11h51min - Atualizada em 11/08/2018 às 11h51min

Temas referentes à pessoa com deficiência são debatidos em audiência pública em Maricá


Aconteceu na tarde desta sexta-feira (10) a audiência pública para discutir projetos e melhorias para a pessoa com deficiência no município. No evento organizado pela Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência foram discutidas melhorias emergenciais para a defesa e cuidado com a pessoa deficiente. O plenário estava lotado. Havia pessoas com deficiências físicas e mentais, além de organizações como Condef e Andef. Estiveram presentes os vereadores Ismael Breve, Marcus Bambam, Felipe Paiva, Filippe Poubel e Rony Peterson, além se secretários municipais e representantes do Poder Executivo. O vereador Felipe Paiva apresentou diversos projetos de lei que visam promover a inclusão e adaptação da pessoa com deficiência na cidade. Um deles é a instituição da Semana de Conscientização da Síndrome de Down. Paiva também falou de um projeto do vereador Robgol. “O Robgol já tem um PL autorizado para a Clínica do Autista e sei que será um grande passo. O objetivo real hoje é ouvir as mães. Somos todos iguais”, Paiva. O vereador e integrante da comissão, Rony Peterson, salientou a necessidade de ampliar a discussão sobre acessibilidade. “É uma honra e um desafio participar de uma comissão de grande relevância. Sou autor de um PL dispõe sobre a acessibilidade em todas as praças de Maricá. Temos um caminho longo e sabemos das dificuldades”. O vereador Marcus Bambam pediu que a população leve ideias aos parlamentares com o objetivo de diminuir desigualdades. “O que lutamos é que essas desigualdades diminuam. Queremos acessibilidade, oportunidades. O Executivo e o Legislativo têm muito que fazer. Queria pedir que vocês tragam ideias também”. O vereador Ismael Breve ressaltou que é importante que a população busque os vereadores para que as reivindicações sejam levadas ao prefeito Fabiano Horta. “O nosso vereador Felipe Paiva marcou essa reunião importante porque nós vereadores. É importante que pais e mães usem o Poder Legislativo para que possamos levar ao prefeito as queixas e pedidos, para que façamos valer a reivindicação de vocês”. O vereador Filippe Poubel mencionou a necessidade de inserir o deficiente na sociedade. O parlamentar sugeriu a criação de cotas para cargos comissionados destinados a deficientes. “Essa categoria é rotulada como pessoas incapazes. Esse rótulo que temos que tirar. Ele não deve ser ajudado, ele deve ser inserido na sociedade”. Representantes da Secretaria de Esportes falaram sobre os projetos esportivos na cidade e que atenderão também pessoas com deficiência. Representantes da Secretaria de Saúde afirmaram que estão caminhando para um futuro mais acessível para deficientes. Prontuários, por exemplo, já constam com carimbos identificando pacientes com deficiência. Além disso, o hospital será acessível em sua totalidade.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp