23/01/2019 às 11h29min - Atualizada em 23/01/2019 às 18h47min

Pastor evangélico assassinado em Inoã pode ter sido vítima de latrocínio


Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) definiram como latrocínio - roubo seguido de morte - a principal linha de investigação no caso da morte do pastor Fabrício Pimentel, de 40 anos, cujo corpo foi encontrado já em estado de decomposição, na manhã desta segunda-feira (21), em uma mata na Rua Chuí, em Inoã. As informações são do Jornal O São Gonçalo. De acordo com a polícia, o pastor não estava trabalhando pelo aplicativo de transportes no momento em que foi capturado pelos criminosos. Ainda segundo a Polícia Civil, Fabrício estava fazendo o transporte de pessoas da igreja para um sítio, onde aconteceria uma espécie de acampamento religioso. No trajeto, de acordo com as investigações, ele deve ter sido interceptado e posteriormente morto. Agentes da DHNSG informaram que vão investigar se alguma atividade do pastor anterior ao seu trabalho de evangelização pode ter relação com o assassinato agora. Segundo o delegado Gabriel Poyava, responsável pelo caso, alguns amigos da vítima já foram ouvidos. REPORTAGENS RELACIONADAS https://leisecamarica.com.br/em-marica-amigos-e-familiares-de-despedem-do-pastor-evangelico-fabricio-pimentel/ https://leisecamarica.com.br/divisao-de-homicidios-investiga-assassinato-de-pastor-evangelico-em-inoa/ https://leisecamarica.com.br/pastor-evangelico-que-estava-desaparecido-e-encontrado-morto-em-inoa/ https://leisecamarica.com.br/carro-de-pastor-evangelico-desaparecido-e-encontrado-abandonado-em-inoa/  
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp