13/03/2020 às 16h59min - Atualizada em 14/03/2020 às 14h44min

'Festival do Mel' e '2° Bienal da UMES' são cancelados em Maricá

LSM- O 'Festival do Mel' que aconteceria nos dias 28 e 29 de Março, no Espraiado e a '2º Bienal da UMES' que aconteceria nos dias 3 e 4 de Abril na Barra de Maricá, foram cancelados na tarde desta sexta-feira, 13.

Outros eventos da cidade como 'Espraiado de Portas Abertas', '2° Exposição de Carros Antigos', 'Art&Bier - Festival de Cerveja Artesanal', 'Bike Nigth' e a '5° Conferência Municipal de Políticas para Mulheres', também foram adiados, até segunda ordem.

Após decreto através da transmissão feita na página do Governo do Estado do Rio de Janeiro, o governador Wilson Witzel definiu medidas para o enfrentamento do novo coronavírus no RJ. As principais medidas são a suspensão de todos os eventos públicos —incluindo manifestações e comícios— e a antecipação das férias em todas as escolas públicas e privadas do estado. As medidas, segundo ele, valem por 15 dias e serão reavaliadas ao fim do prazo.

"As escolas públicas e privadas vão antecipar as férias para que nós evitemos um contágio rápido do vírus", afirmou Witzel.

Decreto do Governo do Estado do Rio de Janeiro:

A norma também afeta eventos esportivos, shows, teatros, eventos científicos e feiras, realizados tanto em locais abertos quanto fechados. Esta semana, Witzel havia classificado como "fake news" notícias de que preparava um decreto suspendendo manifestações no estado.

Também estão proibidas as visitas em presídios no estado. Mesmo a entrada de advogados de presos terá que atender às normas estabelecidas pelo estado, mas Witzel não detalhou essas restrições. O governador também determinou providências envolvendo a máquina pública do estado. O atendimento em repartições públicas será reduzido para evitar aglomerações, e serão suspensos os prazos de processos administrativos no âmbito da administração fluminense —bem como a consulta de autos em papel. Servidores, empregados e terceirizados do estado estarão sujeitos a um protocolo específico para a identificação de novos casos. Qualquer um que apresentar febre ou sintomas respiratórios será considerado um caso suspeito e terá que cumprir normas estabelecidas em atos administrativos que serão publicados nos próximos dias.

"Estamos preparados com essas restrições para atender a demanda que pode vir com a contaminação do vírus", concluiu Witzel.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp