29/04/2022 às 10h58min - Atualizada em 29/04/2022 às 10h56min

Maricá terá dia "D" das campanhas de vacinação contra gripe e sarampo neste sábado

Ana Farias - leisecamarica.com.br
PMM
Foto: Clarildo Menezes

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realiza no próximo sábado (30/04), o dia "D" de vacinação contra a Influenza (gripe) em 23 Unidades de Saúde da Família (USF) e na Escola Municipal Romilda Nunes, em Inoã, das 9h às 16h. A vacinação estará disponível para idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores de saúde da rede pública e privada. Na oportunidade, também será feita a aplicação da tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) em crianças menores de cinco anos.

 

"O dia "D" de mobilização é uma oportunidade de se vacinar no sábado, sobretudo aos que não podem ir durante a semana. A gripe pode levar a infecções graves, principalmente nas pessoas mais vulneráveis. Por isso, é importante que todos que fazem parte do público alvo compareçam a uma unidade de saúde para receber a imunização", convidou a secretária de Saúde de Maricá, Solange Oliveira.

 

Vacinação contra o sarampo para crianças menores de cinco anos é antecipada para o sábado

 

A campanha de vacinação contra o sarampo para crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), antes prevista para iniciar na segunda-feira (02/05), foi antecipada para este sábado (30/04). O responsável legal deverá comparecer a uma das salas de vacina com um documento de identificação e a caderneta de vacinação da criança. Independente da situação vacinal, completa ou não, este público pode receber uma dose da tríplice viral.

 

"O sarampo é uma doença infecciosa aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações graves e óbito. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias. Por isso, é de extrema importância que os pais ou responsáveis levem seus filhos para receber a imunização e evitem que essa doença erradicada volte a nos assolar", explicou a Coordenadora de Imunização Ana Cláudia Chavão.

 

Mais de sete mil pessoas já receberam a dose contra a gripe

 

A vacina contra a gripe continua sendo aplicada de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, em todas as 24 Unidades de Saúde da Família da cidade. Até o momento, 7.060 pessoas já receberam a vacina em Maricá, entre idosos de 60 anos ou mais, residentes de instituições de longa permanência e trabalhadores de saúde de qualquer idade.

 

Neste ano, a campanha está dividida em etapas semanais e os grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde para receber a vacina são: idosos; trabalhadores de saúde; crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias); gestantes e puérperas; pessoas com comorbidades ou deficiência permanente. Também fazem parte do público alvo os povos indígenas; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso; professores de escolas públicas e privadas; pessoas com doenças crônicas ou imunidade baixa. A meta é imunizar 90% de cada grupo.

 

Confira o calendário de vacinação completo contra a Influenza

 

25 a 29 de abril – Idosos com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde da rede privada de Maricá com 18 anos ou mais; trabalhadores de saúde da rede pública de Maricá com 18 anos ou mais em seus locais de trabalho ou qualquer unidade de saúde.

 

2 a 6 de maio – Crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias); gestantes e puérperas.

 

9 a 13 de maio – De 50 a 59 anos: povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades ou deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; Forças de Segurança e Salvamento; Forças Armadas; funcionários do sistema de privação de liberdade; repescagem geral.

 

16 a 20 de maio – De 40 a 49 anos: povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades ou deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; Forças de Segurança e Salvamento; Forças Armadas; funcionários do sistema de privação de liberdade; repescagem geral.

 

23 a 27 de maio– De 30 a 39 anos: povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades ou deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; Forças de Segurança e Salvamento; Forças Armadas; funcionários do sistema de privação de liberdade; repescagem geral.

 

30 de maio a 3 de junho – De 5 a 29 anos: povos indígenas; professores; pessoas com comorbidades ou deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário urbano e de longo curso; trabalhadores portuários; Forças de Segurança e Salvamento; Forças Armadas; funcionários do sistema de privação de liberdade; repescagem geral.

 

Documentos necessários para todos os grupos prioritários

 

As pessoas que fazem parte do público alvo devem comparecer às unidades de saúde levando carteira de identidade e outros comprovantes, de acordo com os grupos a que pertencem: trabalhadores da Saúde, da Educação, do transporte rodoviário, das forças de segurança e salvamento, ou portuários devem apresentar identidade profissional ou crachá; crianças de seis meses até quatro anos, 11 meses e 29 dias, o cartão de vacinação; pessoas com doenças crônicas ou deficiência permanente (a partir de cinco anos de idade), a solicitação médica, com indicação da doença ou deficiência; as puérperas, a certidão de nascimento do bebê ou cartão do pré-natal ou cartão de vacinação do bebê; e as gestantes só precisam declarar que estão grávidas.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp