publicidade 1200x90
30/08/2016 às 22h27min - Atualizada em 31/08/2016 às 15h22min

Idosa de 78 anos é presa acusada por 'gato' em São José do Imbassaí

c5027ae0-7dc0-4a81-86a9-d3591a24071a

c5027ae0-7dc0-4a81-86a9-d3591a24071a

Uma idosa de 78 anos foi presa na tarde desta terça-feira, 30, acusada de furtar energia elétrica no Loteamento Dom Felipe, em São José do Imbassaí. Técnicos da Ampla constataram uma ligação direta na rede da concessionária de três fases e um neutro passando por dentro do poste da empresa e prosseguindo subterraneamente para dentro de um imóvel. No interior da casa, foram encontrados aparelhos elétricos funcionando normalmente, configurando o famoso 'gato de luz'. Policiais Militares do DPO de São José do Imbassaí foram deslocados para o local e acionaram a Perícia da Polícia Civil. Após os procedimentos periciais, a mulher foi levada para a Delegacia de Maricá (82ª DP), onde foi autuado por furto de energia elétrica. A idosa responderá o inquérito em liberdade. Além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, os chamados “gatos de luz” afetam diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põem em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia. Para conscientizar a população sobre o perigo do furto de energia, a Ampla realiza, além destas operações, diversos projetos sociais em comunidades, com informações sobre o uso eficiente de energia elétrica, programas para geração de emprego e renda e revisão gratuita de instalações elétricas de consumidores com menor poder aquisitivo. Os clientes que quiserem denunciar o furto de energia podem fazê-lo pela internet: ou pelo Twitter da empresa (@amplaenergia). Não é necessário se identificar.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp