31/08/2016 às 09h52min - Atualizada em 31/08/2016 às 15h15min

Fabiano Horta (PT) responderá por propaganda irregular e abuso de poder econômico

infochpdpict000061166713

infochpdpict000061166713

O candidato a prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), será processado por propaganda irregular e abuso de poder econômico. O coordenador de Fiscalização de Propaganda Eleitoral, juiz Marcello Rubioli, apreendeu na terça-feira, 30, 600 mil panfletos irregulares de candidatos numa gráfica localizada no bairro do Grajaú, no Rio. Parte do material é do candidato petista. “- Foram recolhidos 50 mil jornais da prefeitura de Maricá, com propaganda do candidato Fabiano Horta. Eles responderão por propaganda irregular e abuso de poder econômico”, afirmou o juiz ao jornal O Dia. O folheto apreendido por fiscais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é o mesmo que teve sua circulação proibida pela Justiça este mês, que usa o resultado da pesquisa Ibope e, segundo o judiciário, contem informações irregulares. Além de Horta, a fiscalização de combate à chamada ‘lavagem de propaganda’ (número maior de material de apreendeu material de candidatos do Rio, São Gonçalo, Niterói e Mesquita. No dia 19 de agosto, o TRE determinou busca e apreensão, na sede e comitê do PT de Maricá, de todo o material denominado Boletim Informativo Partido dos Trabalhadores” - referência agosto/2016, e proibiu o partido de divulgar por qualquer meio, eletrônico ou físico, o material em questão, sob pena de multa diária de R$ 5 mil. Contraponto- Com relação à reportagem da edição de hoje do jornal O Dia, reproduzida pelo Lei Seca Maricá, a Prefeitura informou que a declaração atribuída no texto ao juiz eleitoral Marcelo Rubioli está incorreta. Segundo a Prefeitura, não há, como nunca houve, qualquer apreensão de jornal da Prefeitura com publicidade do candidato citado.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp