publicidade 1200x90
31/08/2016 às 15h49min - Atualizada em 31/08/2016 às 23h39min

Divisão de Homicídios investiga assassinato de Coronel da PM em Maricá; Veja o Vídeo

IMG_4553 (800x533)

IMG_4553 (800x533)

Por Romário Barros- A Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Maricá (DHNISG) investiga o assassinato do Coronel Ivanir Linhares Fernandes Filho, de 49 anos, subcomandante do 4º Comando de Policiamento de Área - 4º Cpa - na manhã desta terça-feira, 31, no Centro de Maricá. Em entrevista, o delegado titular da DHNISG, Fábio Barucke, detalhou o assassinato e disse que o Sargento que estava saindo da Loja de Rações e o Coronel estava no interior do veículo. "- O Coronel estava dentro do carro no WhatsApp distraído. O carro veio se aproximando vagarosamente e enquanto isso o Sargento estava na loja de ração, não sabemos fazendo o que ainda. Ele saiu da loja sem nenhum saco, sem nada na mão. Ele veio andando em direção do carro e o carro atirador aguardou a entrada dele no carro (Gol) para começar a efetuar os disparos. Pelo que tudo indica, esse carro estava aguardando a chegada do Sargento já sabendo que o carro estava estacionado junto com o Coronel", disse Barucke que agora investiga quem seria o alvo real dos atiradores, o Coronel ou o Sargento. Ainda segundo o Delegado, o Coronel saiu de um relacionamento há pouco tempo e havia acabado de sair do cartório para resolver alguns problemas na documentação da separação. Câmeras de segurança apontaram que os atiradores estariam em um Jeep Renegade branco. A Divisão de Homicídios tenta identificar agora a placa do veículo. Durante aproximadamente cinco horas, as equipes da DHNISG periciaram o local onde estava estacionado o carro. Foram recolhidas algumas cápsulas de pistolas. O carro foi removido para o pátio da delegacia especializada em Niterói. O Comandante do 4º Comando de Policiamento de Área - 4º Cpa coronel Danilo Nascimento da Silva, do 12º Batalhão Coronel Fernando Salema e do 35ª Batalhão (Itaboraí), Coronel Ruy França também estiveram no local e lamentaram a morte do Militar. O delegado carioca Rivaldo Barbosa, diretor da Divisão de Homicídios (DH) também esteve no local acompanhando as investigações. Já o Sargento Luiz Claudio C da Silva atingido por sete disparos segue internado no Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo. Em nota, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro lamentou o falecimento de seus policiais militares. "O Comando da corporação está dedicado a prestar todo apoio à família desses policiais, além de prestar as últimas homenagens ao oficial. A corporação concentrou esforços para prender os criminosos envolvidos no crime", disse. Reportagem Relacionada Coronel da Polícia Militar é assassinado a tiros no Centro de Maricá Confira abaixo a entrevista com o delegado titular da DHNISG, Fábio Barucke.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp