03/12/2016 às 09h20min - Atualizada em 03/12/2016 às 09h22min

Câmara diz que não terá como impedir votação para reajuste salarial do Prefeito de Maricá

screenshot_1

screenshot_1

Após a matéria publicada pelo Lei Seca Maricá, (Câmara pode arquivar pedido para reajuste de salário do Prefeito de Maricá), a assessoria de comunicação da Casa de Leis enviou uma nota falando sobre o assunto. Segundo a Câmara, o Presidente Chiquinho (PP) não pode barrar o projeto para o reajuste salarial. " Muito embora o vereador Chiquinho (PP), seja o presidente da Câmara e oposição ao prefeito eleito Fabiano Horta (PT) justamente com o vereador Felipe Auni (PSD),  eles são minoria. Portanto qualquer vereador pode solicitar a inclusão da matéria para votação na Ordem do Dia, dessa forma mesmo que o presidente não coloque o reajuste para votação em plenário qualquer vereador da base do prefeito tem a prerrogativa de pedir e incluir na hora a matéria para a referida votação. Basta a aprovação do plenário que é soberano, e a maioria que é governista", diz a nota. Está prevista para esta segunda-feira (05/12) a partir das 16 horas, na Câmara de Vereadores, a segunda e última votação do reajuste salarial em torno de 32% para prefeito, vice-prefeito e alto escalão do Executivo de Maricá. A população está se organizando através das redes sociais e prometem invadir a Câmara para barrar o aumento dos salários.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp