23/11/2018 às 01h51min - Atualizada em 23/11/2018 às 01h51min

Mulher que matou o marido, em São José do Imbassaí, vai cumprir prisão domiciliar


[gallery columns="1" size="full" ids="178035"] A mulher que ateou fogo no marido em São José do Imbassaí vai cumprir prisão domiciliar, segundo informações do Tribunal de Justiça. Ela foi foi presa em flagrante no dia do crime e a decisão de converter a prisão preventiva foi tomada na terça-feira (20) pelo juiz Pedro Ivo Martins Caruso D'ippolito. O caso aconteceu no último domingo (18), e a vítima, Divaldo Francisco Antunes, de 60 anos, morreu no dia seguinte com 90% do corpo queimados. Na decisão assinada pelo juiz consta que "há prova da existência do crime e indícios suficientes de autoria, materializados nos depoimentos das testemunhas em sede policial". No documento, também consta que "a custodiada ateou fogo na vítima, o que revela sua alta periculosidade e a necessidade da prisão como garantia da ordem pública". A justificativa apresentada para conversão da prisão foi o fato da acusada ser responsável por cuidar do pai, que é idoso. O juiz frisa na decisão que a acusada "pode sair de sua residência para fins de atividade profissional ou em casos de imperiosa necessidade". REPORTAGENS RELACIONADAS https://leisecamarica.com.br/urgente-morre-o-homem-que-teve-o-corpo-incendiado-pela-esposa-em-sao-jose-do-imbassai/ https://leisecamarica.com.br/mulher-e-presa-apos-atear-fogo-no-proprio-marido-em-bairro-de-marica/
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp