publicidade 1200x90
19/08/2019 às 20h24min - Atualizada em 20/08/2019 às 11h32min

Serviço Reservado (P2) da PM prende acusado de homicídio em Itaipuaçu

Policiais Militares do Serviço Reservado (P2) do 12°BPM (Niterói) prenderam um foragido da justiça na tarde desta segunda-feira, 19, no bairro de Itaipuaçu. Homem é acusado de matar uma médica durante uma tentativa de assalto na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

O caso aconteceu na Rua 53, no loteamento Jardim Atlântico. De acordo com levantamento foi pelo LSM, a PM recebeu informações anônimas através do Disque-Denúncia que levava até a localização do suspeito. Foi montada uma operação e uma equipe foi enviada para o endereço.

Ao chegarem no local, os Militares foram avistados pelo criminoso, que tentou fugir da residência - a qual estava escondido - mas acabou sendo capturado pelos PMs. Com ele foi encontrado um revólver municiado.

Guilherme Lopes da Silva foi detido e levado para a Delegacia de Maricá (82ª DP). De lá, conduzido para a Central de Flagrantes da Polícia Civil (76ª DP), em Niterói. Na Unidade Policial, foi cumprido mandado de prisão. O homem será transferido para o sistema prisional, onde ficar a disposição da justiça.

ENTENDA O CASO

Na noite do dia 25 de Julho, a médica Maura Selvaggi Soares, de 61 anos, chegava em sua residência localizada na Rua Einstein, na Barra da Tijuca, quando foi rendida por quatro bandidos que abordaram o seu carro. Em seguida, a médica foi alvejada pelos criminosos, que fugiram sem levar nada.

Guilherme foi identificado como o assaltante que abordou a médica e possivelmente autor dos disparos.

Através de imagens de câmeras de segurança das residências próximas ao crime, a Polícia conseguiu identificar os quatro participantes do crime.

O assaltante também teve aparição em um vídeo quando o mesmo desce do veículo - também roubado de um motorista de aplicativo - para urinar.

A interceptação foi graça a uma foto em que Guilherme postou em sua rede social, a qual aparece vestida a mesma roupa usada no dia do crime.

Outros três acusados seguem foragidos e continuam sendo procurados pela polícia.


Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp