publicidade 1200x90
15/07/2016 às 15h48min - Atualizada em 15/07/2016 às 15h49min

TRE-RJ constata irregulares e proíbe divulgação de pesquisa do Jornal O Dia

GOPR0559-1024x768

GOPR0559-1024x768

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) impugnou a divulgação da pesquisa eleitoral realizada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) e divulgada pelo Jornal O Dia, que apontou o deputado federal Fabiano Horta (PT) com 46% das intenções de voto, enquanto o profissional de saúde e primeiro suplente de deputado federal Marcelo Delaroli (DEM) aparece com 26%. Na ação, movida pelo Partido Social Democrático (PSD), o TRE de Maricá comprovou irregularidades da pesquisa, cujo resultado pode ser anulado. O pedido do PSD, acolhido pela 55ª Vara Eleitoral de Maricá, apontou que a pesquisa contém vício formal e material, em desacordo com o que determina a Resolução 23.453/2015 do Tribunal Superior Eleitoral. Segundo o TRE, o levantamento ocorreu de forma tendenciosa e ilegal, com não fornecimento da documentação completa, como o plano de amostragem das pesquisas por bairros e seguimentos. Outro ponto questionado foi o fato de a pesquisa apresentar margem de erro de 9,95%, incompatível com o centro da meta do registro declarado que deveria ser de 4,1%. A Justiça Eleitoral apontou também que o Ipespe não realizou cruzamento entre o total de entrevistas e bairros listados na metodologia, o que contraria a distribuição demográfica estabelecida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o TRE. Outro ponto de questionamento do PSD à Justiça Eleitoral foi o fato do mesmo instituto ter realizado há cerca de dois meses pesquisa em Maricá, onde o resultado foi totalmente diferente do divulgado no segundo levantamento. Na primeira pesquisa do Ipesp, Marcelo Delaroli aparecia com 42% contra 18 % do deputado federal Fabiano Horta. Instituto é investigado por fraudes O Ipespe já foi condenado anteriormente pela Justiça Eleitoral por pesquisas com suspeita de irregularidades. O instituto, com sede no estado de Pernambuco, é investigado também pelo Ministério Público Federal por manipulação de resultados no Recife. Outra denúncia contra o Ipespe, desta vez no Rio, aconteceu na cidade de Quissamã, na região Norte do Estado, onde o Ipespe registrou o resultado da pesquisa antes mesmo de terminar de realizar as entrevistas, o que demonstra que os números seriam forjados. Reportagens Relacionadas O Dia: Fabiano Horta lidera corrida pela Prefeitura de Maricá Delaroli fala sobre a pesquisa divulgada pelo Jornal O Dia – Veja a coletiva de imprensa na íntegra
Notícias Relacionadas »
Comentários »
publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp