30/03/2017 às 15h00min - Atualizada em 01/04/2017 às 15h38min

Tartaruga gigante é encontrada morta na Praia de Ponta Negra

[gallery columns="1" link="none" size="full" ids="116444"] Uma tartaruga marinha gigante foi encontrada morta na praia de Ponta Negra, no litoral de Maricá, no começo da tarde desta quinta-feira, 30. Guarda-Vidas da Defesa Civil Municipal encontraram a tartaruga de couro (Dermochelys coriacea) e fizeram contato com o CTA – empresa que em parceria com o Projeto Aruanã monitora as praias de Saquarema a Paraty. O animal foi recolhido para analise. Em entrevista ao G1, o biólogo Bruno Meurer, disse que a tartaruga trata-se da maior espécie de tartaruga marinha. Com hábitos solitários, elas vivem afastadas da costa, mas podem ter se aproximado das praias para desovar, ou arrastadas pela correnteza após morrerem em redes de pesca. "A pesca tem sido um problema no mundo todo, porque com a redução de pescado, os pescadores estão aumentando os tamanhos das redes. Algumas chegam a 5 km de diâmetro. A tartaruga fica presa na rede e acaba morrendo afogada. É um problema que o mundo inteiro tenta resolver", disse Meurer, que é coordenador do Laboratório de Ecologia, que desenvolve o projeto "Tartarugas Marinhas do Rio, que avaliam os principais riscos para as espécies de tartaruga no estado. Bruno Meurer ressalta que outra causa possível da morte destas duas tartarugas encontradas nas praias da capital é a ingestão de plástico. "Elas se alimentam, basicamente, de água-viva. Por isso, a causa da morte pode estar associada a plástico. Por isso a gente tem uma campanha de não deixar o plástico chegar no mar", disse.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp