26/06/2017 às 07h28min - Atualizada em 26/06/2017 às 19h29min

Copa Rio 2017 de Tiro com Arco agitou o final de semana esportivo em Maricá

WhatsApp-Image-2017-06-26-at-17.02.40-1

WhatsApp-Image-2017-06-26-at-17.02.40-1

Maricá sediou no último sábado (24/06), a Copa Rio 2017 de Tiro com Arco. O evento, com apoio da Prefeitura, foi realizado no Centro de Treinamento da Confederação Brasileira de Tiro com Arco (CBTArco), em Itapeba, e contou com a participação de cerca de 80 atletas, que mesmo sob a chuva que insistia em cair deram um show de concentração, determinação e superação. O secretário de Esporte e Lazer, Filipe Bitencourt, acompanhou a competição e falou que a Prefeitura continuará a dar o apoio necessário ao esporte como um todo e principalmente ao Tiro com Arco. “Afirmo que nossa intenção é cada vez mais estimular e possibilitar a prática do Tiro com Arco em Maricá”, afirmou o secretário. “Em pouco tempo o nosso município se tornou uma referência revelando atletas, inclusive olímpicos. Então, a intenção é ampliar os locais de treinamento”, completou. “O apoio da Prefeitura será incondicional. Já temos o projeto Tiro com Arco e agora queremos levar este projeto para outros pontos da cidade e principalmente para as escolas”, explicou Filipe Bitencourt. “Vamos revelar mais talentos que estão escondidos em nosso município”, frisou o secretário. A competição foi dividida em duas etapas. Pela manhã, foram 72 disparos e a partir do somatório individual destes disparos foram criadas as chaves para a 2ª fase, realizada no período da tarde, denominada “Combate”. Nesta etapa, também apelidada de “mata mata”, dois arqueiros disputavam entre si a melhor colocação. Foram premiados (feminino e masculino), com troféus de 1º, 2º e 3º lugares nas categorias Infantil, Cadete, Juvenil, Adulto e Master. Estreando em competições, estava a equipe de jovens que treinam, diariamente, na sede da Confederação Brasileira de Tiro com Arco, através do projeto “Tiro com Arco” – parceria entre a Prefeitura e a Confederação. Embora os jovens ainda não sejam federados, o grupo que há um mês pegou o arco olímpico, participou da sua primeira competição como uma espécie de iniciação a eventos oficiais. O estudante Kevin Richardson, de 14 anos, morador do Parque Nanci, e que treina no projeto há 7 meses, ficou muito feliz com a colocação de sua equipe. “Se pudesse eu treinava todos os dias”, afirmou Kevin. “Eu estou muito feliz com o nosso resultado. É a minha primeira competição e minha equipe ficou em segundo lugar”, vibrou o estudante. Ao final da competição o jovem atleta ficou ainda com a segunda colocação na categoria Masculino infantil. De acordo com o presidente da Federação de Tiro com Arco do Estado do Rio de Janeiro, João Cruz, os melhores arqueiros do país na atualidade, 70% deles são de Maricá e vieram do projeto apoiado pela Prefeitura. “Os melhores arqueiros do Brasil hoje são de Maricá. Prova disso é, entre outros talentos, a atleta Ane Marcelle, presente nesta competição e que na Olimpíada do Rio ficou em nono lugar, melhor posição de um brasileiro em Olimpíadas”, frisou João Cruz. “A experiência de competir nos Jogos Olímpicos é única e tenho orgulho de ter começado aqui em Maricá”, afirmou Ane Marcelle, que está de viagem marcada para Manaus. “Em agosto me mudo para lá. Vou poder treinar mais e me preparar para futuras competições”, explicou. Anne ficou com o 2º lugar na categoria feminino adulto na Copa Rio 2017 de Maricá.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp