20/10/2018 às 10h29min - Atualizada em 20/10/2018 às 10h29min

Homem é preso após tentar matar a companheira e a enteada em Inoã


Por Cláudio Costa- Policiais Militares do DPO de São José do Imbassaí prenderam um homem acusado de tentar matar a companheira e a enteada asfixiadas na noite desta sexta-feira, 19, na Rua Francisca Rosa da Silva, antiga Rua 7, no bairro de Inoã. De acordo com levantamento feito pelo site LSM, durante uma briga, o homem tentou asfixiar a própria companheira e a enteada de apenas 14 anos. A Polícia Militar foi acionada e os policiais foram até a casa local. Ao chegar no endereço, os Militares presenciaram o homem muito agressivo e com sinais de embriaguez. Ele tentou matar a companheira e a sua filha asfixiadas Ao receber voz de prisão, o homem ainda tentou resistir e desacatou os PMs, que conseguiram detê-lo. Alcides Ferreira da Silva, de 62 anos, foi levado para Delegacia de Maricá (82ª DP). De lá, ele foi conduzido para a Central de Flagrantes da Polícia Civil (77ª DP), em Niterói. Alcides responderá pelo crime de dupla tentativa de homicídio e foi enquadrado pela Lei Maria da Penha. A mulher contou aos policiais que o homem sempre a agrediu, mas que nunca teve coragem de denunciar. VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER Ligue 180 é uma central telefônica que atua como um disque-denúncia. É um programa nacional que recebe denúncias de assédio e violência contra a mulher e as encaminha para os órgãos competentes. Além disso, também é possível obter orientações sobre serviços da rede de atendimento, direitos da mulher e legislação. Esta Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência é um serviço de utilidade pública, gratuito e confidencial que funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive nos feriados. O anonimato é garantido. As denúncias podem ser feitas de qualquer lugar do Brasil e de mais 16 países. Além do 180, as denúncias de violência doméstica podem ser feitas em qualquer delegacia, com o registro de um boletim de ocorrência. Há ainda um aplicativo para celular, o 'Clique 180', que traz diversas informações importantes, como os tópicos da Lei Maria da Penha. A violência contra mulher atinge a todos, e a denúncia pode ser feita por qualquer pessoa. Então, não importa se você conhece ou não a pessoa que está sofrendo violência, ligue 180 e denuncie! E ajude a proteger as mulheres.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp