16/05/2018 às 21h22min - Atualizada em 18/05/2018 às 11h15min

DH prende homem que matou o atual companheiro da ex-mulher a facadas em Itaipuaçu


Por Romário Barros- Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) prenderam Bruno César de Farias da Silva, que assassinou Adilson da Silva Campos, de 58 anos, no dia 29 de Abril na Comunidade do Mato Dentro, em Itaipuaçu. De acordo com os policiais, durante os últimos dias foram promovidas diversas diligências a fim de prender Bruno, que acabou se entregando naquela especializada. Ele agora, se encontra à disposição da Justiça e vai responder pelo crime de homicídio provocado por arma branca. RELEMBRE O CASO Uma discussão entre dois homens terminou em morte na manhã do dia 29 de Abril, na Rua Oito, na Comunidade do Mato Dentro, no bairro de Itaipuaçu. O crime aconteceu por volta de 6 horas da manhã. De acordo com a Polícia, Adilson da Silva Campos, de 58 anos, estava em casa com sua esposa e os enteados, quando Bruno Cesar Farias da Silva, o pai das crianças, apareceu no portão querendo ver os filhos. A mulher foi até o portão para conversar com ex-marido e logo depois Adilson teve que sair para trabalhar e acabou encontrando Bruno. Segundo a Polícia, os dois começaram a discutir sobre o assunto da educação dos filhos e acabaram entrando em luta corporal. Durante a briga, Bruno pegou uma faca do bolso e desferiu golpes contra Adilson. Um vizinho ouviu os gritos e encontrou o homem ferido no chão e acionou o socorro médico e a Polícia Militar. Bruno fugiu do local. Bombeiros do Destacamento de Itaipu foram deslocados para o local, porém nada puderam fazer, Adilson veio a óbito no local, em decorrência dos ferimentos. Policiais Militares do DPO de Itaipuaçu também estiveram no local e acionaram a perícia. Agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo (DHNSG) periciaram toda a área do crime. Após os procedimentos periciais, o corpo foi recolhido pelo Rabecão da Defesa Civil e levado para o Instituto Médico Legal (IML) do Barreto, em Niterói. De acordo com a Polícia Civil, Bruno já tem passagens pelo crime de agressão. Ele foi preso em 2017 após quase decepar a orelha da ex-companheira.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp